domingo, 24 de janeiro de 2016

Duvido que Tondela volte a ser repetido pelos leões de Jorge Jesus!...



PELOS CAMINHOS DE JESUS

«Objectivo número 1: o campeonato. Jesus nunca o escondeu e disse-o muitas vezes. Mais do que isso, tomou opções a pensar nessa prioridade, desvalorizando outras competições que, embora de menor dimensão, também enriquecem o património de um clube.

O título nacional é pois a grande luta do Sporting e se é verdade que um empate em Alvalade com o Tondela pode comprometer esse objectivo, são vitórias como aquela que obteve em P. Ferreira que alimentam a convicção leonina de que esta época (após 13 de jejum), sim, é possível.

Disse Roy Keane, antiga estrela do M. United, que os treinadores recebem demasiado crédito quando os resultados são bons e demasiadas críticas quando os resultados são maus. Há um grande fundo de verdade nesta observação, mas é inegável que neste caso pertence a Jesus a maior quota de responsabilidade pela transformação e pelo trajecto do Sporting.

O técnico leonino tem insistido na importância de se instituir em Alvalade uma cultura de campeão que se constrói não apenas com vitórias mas também com a capacidade de tirar lições das derrotas. Essa transformação está reflectida no jogo dos leões e nos resultados. Esta época o Sporting tem mais 6 pontos do que na anterior e só em duas outras temporadas a diferença cifrou-se em apenas um dígito: 7 em 13/14 e 9 em 06/07. De resto, a diferença para os 48 pontos que o Sporting tem neste momento foi sempre superior à dezena chegando a atingir os 26 pontos em 12/13! É com estes números e uma mentalidade nova, que se conquista jogo a jogo, que o Sporting segue pelo caminho traçado por Jesus.»

Entre o jogo em Alvalade com o Tondela e a vitória categórica em Paços de Ferreira, receio bem que tenha estado "o caminho que Jorge Jesus" se tem vindo a esforçar por inculcar na mente dos jogadores do Sporting Clube de Portugal! E nenhum adepto sportinguista terá dúvidas hoje, o quão benéfico terá sido para todos os leões que estavam em campo, aquele surpreendente e fortuito golo  dos pacenses, que transformou um resultado confortável de 2-0, num arrepiante e premonitório 2-1! Tal a natureza do impacto, que bastaram 2 minutos para os leões voltarem a restabelecer a diferença.

Duvido que Tondela volte a ser repetido pelos leões de Jorge Jesus!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Continuo a desejar que o campeonato portugues, seja apenas "influenciado" pela categoria e classe das equipas que o compõem...

    Fico muito mais confiante...se for apenas o valor das equipas e a visão e capacidade dos treinadores a ditar "as suas leis"...
    E também duvido que poçamos repetir qualquer "outro" Tondela...

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mais facil sera repetir a exibicao do arbitro..Expulsar jogadores e marcar penalties contra o SCP e facilimo..Enquanto outros ,revela se "impossivel"..SL

      Eliminar
  2. A mim não me preocupam os "desvios de Maregas e sás ou Danilos... o que me preocupa mesmo são as arbitragens mesmo, que inclinam os campos contra nós. Penaltis contra o benficas? Zero. É muita coincidência, não é? É que se não tivessem existido, nada haveria a dizer. Só que só no jogo de Guimarães foram três. Mas depois diz-se que o benfica fez uma grande recuperação e vai com nem sei quantos jogos a ganhar. Pois, pudera...

    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE