segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

A começar já na 4ª feira em Setúbal!...


Especialistas em clássicos

«Pode ser um paradoxo, mas aparentemente o triunfo do Sporting sobre o Porto desmente Jesus. Afinal, quando faltam duas jornadas para o final da primeira volta, e depois de acumularem quatro vitórias noutros tantos clássicos disputados até agora, os leões contrariam declarações recentes do treinador e assumem-se claramente como os principais favoritos ao título ou, pelo menos, como o grande em melhor forma nesta primeira metade da temporada. Por outro lado, e até considerando a maneira mais ou menos clara como se conseguiram impor aos dois rivais directos, o facto de disporem apenas de dois pontos de vantagem na frente não deixa de ser um sintoma relativamente animador para os adversários na corrida ao título. Quer dizer, mesmo ontem, houve uma diferença considerável entre o que foi o jogo antes e depois do primeiro golo, marcado por Slimani na sequência de um livre ou, colocando o problema de outra forma, antes e depois de o Porto se ter inclinado para a frente à procura do empate, abrindo espaços junto à baliza de Casillas. Ora, se recordarmos os empates com o Paços de Ferreira e o Boavista, a derrota com o União da Madeira e uma série de vitórias tangenciais garantidas em cima do apito final contra adversários como o Marítimo, o Belenenses ou o Arouca, parece evidente que o Sporting se sente muito mais à vontade nos clássicos do que em jogos onde tem de assumir a iniciativa contra adversários que se podem dar ao luxo de a ceder, diminuindo os espaços junto das respectivas balizas. A boa notícia para o Benfica e para o Porto é que esses são a maior parte dos jogos que os leões vão disputar até ao final do campeonato. A má é que ainda têm mais dois clássicos para jogar.»
(Jorge Maia, Opinião in O Jogo)

De uma forma mais "terra-a-terra" e em maior sintonia com a essência do blog que Leoninamente sempre pretendeu ser, permitam-me dizer aquilo que as responsabilidades jornalísticas de Jorge Maia não lhe permitiram na crónica que subscrevo inteiramente:

1 - A equipa do Sporting Clube de Portugal será de longe, aquela que exprime a mais acabada interpretação do que deve ser o futebol, começando pela ideia de jogo, sem paralelo entre portas, e açucarando-a com o sentido colectivo que nenhuma outra mostra, desde o começo da época, ser capaz de sequer imitar. Daí resulta a facilidade com que alcançou quatro vitórias em outros tantos clássicos: é um conjunto "gourmet", que  traduz a sua superioridade de forma clara e avassaladora, devorando os melhores manjares, sejam eles caviar, mariscos raros e caros, tornedós, cabrito ou leitão assados no forno e até, no limite, umas saborosas e tradicionais iscas de cebolada...

2 - A equipa leonina, porém, dá-se mal com comidas de "enfarta-brutos"! Abomina o "bacalhau com grão", as feijoadas de chispe e orelheira , as sardinhas assadas com pimentos e broa, o cozido à portuguesa com todos e as sopas da pedra e de cavalo cansado, acabando inexoravelmente as refeições, com graves indisposições gástricas e consequências intestinais muito graves.

É claro que este facto constituirá uma boa notícia para o Benfica e Porto, porque estes últimos pratos serão a parte substancial da "alimentação" que será apresentada na mesa ao Sporting, até ao final da época, radicando apenas aí todas as esperanças dos rivais, já que nos dois clássicos a que a segunda volta ainda obrigará, face ao que decorreu da primeira, as esperanças serão menores, ou poucas, ou quase nehumas!...

Nesta condição, Jorge Jesus terá, necessária, imperiosa e urgentemente, de cuidar da "boca e do estômago" da sua rapaziada, de modo a não entregar em Maio o título a quem outra capacidade não mostra, senão esperar para ver se outros lhes resolvem aquilo de que não se mostram capazes.

O segredo do grande e imortal Ayrton Senna, passava por resolver os grandes prémios através da conquista da "pole-position", para não se sujeitar às inevitáveis incidências e "trafulhices" de todo um pelotão que vinha mais atrás. Jorge Jesus terá de pensar em imitar o maior monstro competitivo que alguma vez a Fórmula 1 conheceu: partir sempre, em cada jogo, na linha da frente e acumular o avanço necessário para não ser surpreendido pela qualidade da comida que lhe coloquem no prato. Por outras palavras...

O Sporting deverá tentar sobreviver, preferindo boas entradas e abdicando da "comida de enfarta-brutos" que inevitavelmente virá a seguir!...

A começar já na 4ª feira em Setúbal!...

Leoninamente,
Até à próxima

8 comentários:

  1. Por isso não entro em euforias e comecei logo a pensar no Setúbal no dia a seguir ao derby.
    Lembram-se do União?
    Saudações Leoninas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sabia que o FC Porto se tinha mudado para Lisboa... thanks your information!

      Eliminar
  2. Em geral concordo. Só discordo numa coisa. Pelo que vi do Vitória este ano, não me parece "comida de enfarta-brutos", o que pode ser positivo para o Sporting.

    SL

    ResponderEliminar
  3. Eu continuo a pensar que os titulos perdem-se contra os ditos pequenos.
    Por isso a nossa rapaziada tem que vestir o fato-macaco.
    Rui Silva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nah, os titulos perdem-se é com vouchers.. não é?

      Eliminar
  4. Pois eu... (em primeiro lugar um GRANDE ANO é o que desejo a... quase ;) todos...)... Estava eu a querer dizer... que claro que o problema do SPORTING serão os jogos que ainda não jogou... (belos exemplos o do Bessa e o dos móveis) especialmente quando os outros CONTINUAM A SER LEVADOS AO COLO...!!! (Jogos como o de Guimarães e mesmo em Alvalade contra os "filhos da fruta" - na forma como se fazem certas coisas - e repito não são precisos penaltys escandalosos - é só ver a atitude dos árbitros para perceber isto - a condescendência com que tratam uns e a brutalidade com que defrontam outros... Ver, p.ex. - com olhos de ver, Sporting TV incluída - a situação entre Slimani e Casillas)

    Sejamos honestos... a diferença de qualidade é tal que dois e quatro pontos de diferença, respetivamente, só são possíveis perante tanto andor.... Ou por outra, conseguimos estes dois míseros pontinhos de diferença porque de fato, este ano, temos uma SENHORA EQUIPA... que consegue, ainda assim, contra tudo e contra todos, fazer o que noutros anos não conseguia... (aqui mérito indiscutível para JJ, com a sua mestria, de condutor de Homens)

    Continuo a dizer o que disse antes (já reconheci, contra a minha espectativa, a qualidade que JJ trouxe ao SPORTING... muito mais que aquela que previ - hoje a equipa é uma ESTRUTURA organizada, personalizada e muito forte individual e, muito mais, coletivamente - é uma verdadeira EQUIPA) mas o SPORTING terá muitas... mas MUITAS DIFICULDADES MESMO para conseguir almejar o primeiro objetivo......!!!

    Continuo a "acreditar" que não nos deixarão....!!! E nem sempre conseguiremos - por esta ou aquela circunstância - ser, matematicamente, mais fortes - como aconteceu na madeira... p.ex.

    Não desmobilizarei... Estarei sempre lá com as minhas cordas vocais mas... o que eu gostava mesmo era que isto fosse um país sério de gente séria... Se assim fosse estaria aqui com uma confiança de ferro, não na equipa - que nessa tenho-a - mas na conquista... (para não dizer vitória - pois poderia ser mal interpretado... ou não...!!!)

    VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL....!!!
    Grande noite a de Sábado - Grande noite...!!!

    SL

    ResponderEliminar
  5. De facto, para o SPORTING ser Campeão, não basta SER MELHOR que os outros, tem que ser MUITO MELHOR porque, na verdade, estamos a REMAR contra a corrente e viu-se isso, VERGONHOSAMENTE, nos jogos Guimarães- Benfica e União da Madeira - Porto.

    Depois há as cotoveladas... Só as do Selimani é que contam. Ou outros só fazem carícias...

    Saudações leoninas

    CA

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE