segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

O golpe último e fatal sobre o moribundo!...


O pragmatismo aplicado ao dérbi

O Benfica precisa de sobreviver ao jogo com o Sporting. Ganhar será o ideal, claro, mas não perder também serve

«Rui Vitória diz que não lhe interessa ganhar um jogo contra um clube grande se a seguir perder contra uma equipa qualquer. Provavelmente, a abordagem do Benfica aos clássicos com o Porto e o Sporting nunca foi assumida de uma forma tão clara pelo treinador dos encarnados. Tal como aconteceu nos últimos anos, tal como ficou claro no jogo do Dragão, o objectivo do Benfica nos jogos com os grandes é sobreviver-lhes, para decidir o campeonato a seguir, nos encontros com as outras equipas. Depois de amanhã, Rui Vitória vai jogar uma parte importante do resto da temporada frente ao Sporting. Nesta altura, e olhando para a sequência de resultados mais recentes, parece evidente que os leões estão mais fortes e mais estáveis, mas um clássico é sempre um jogo de tripla. A jogar em casa, em desvantagem em relação aos rivais, e apenas com o campeonato para disputar depois das eliminações na Taça de Portugal, na Champions e na Taça da Liga, seria de esperar que o Benfica assumisse a iniciativa do jogo para dar uma prova de vida. A questão é que foi em condições parecidas que os encarnados foram jogar ao Dragão e nem por isso deixaram de celebrar o empate arrancado a ferros frente ao Porto como se de uma vitória se tratasse. Com o campeonato ainda na primeira volta, com os rivais envolvidos em quatro frentes, o objectivo do Benfica para o dérbi com o Sporting é sobreviver. Ganhando de preferência, como é óbvio, mas sobretudo não perdendo. No fundo, garantindo que 2018 não começa pelo fim.»

"Branco é galinha o pôe"! Jorge Maia consegue nesta sua brilhante crónica, embora de forma polida evite falar em matérias escaldantes, colocar o dedo na chaga dolorosa que há muito se vislumbra na Luz: "o objectivo do Benfica para o dérbi com o Sporting, como já foi no clássico do Porto, é sobreviver, para decidir o campeonato a seguir, nos encontros com as outras equipas", contando naturalmente, com os habituais, tão badalados e bem acentuados por tudo o que são "vouchers", "emails", "colinhos" e alegados "tráficos de influências", enfim nos consensuais e vulgarmente designados e conhecidos de todos como "factores externos ao jogo"!...

Bem andarão Jorge Jesus e o seus leões, se entrarem na Luz com a convicção plena e absoluta de que qualquer vacilação, piedade ou contemplações poderão estar presentes, quando apenas faltar aplicar...

O golpe último e fatal sobre o moribundo!...

Leoninamente,
Até à próxima

4 comentários:

  1. Só espero é que o árbitro do jogo...
    Se "porte melhor" do que o do ano passado...

    E "se for cego" como o do ano passado...
    espero que a inovação não aVARie...
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu amigo Max, com o cerco da "Judite" que por aí vemos anunciado, vai ser muito difícil acontecer "aVARia no xistema", nos jogos com o Sporting e Porto! Já com os "pequenos", ninguém põe as mãos no lume! Nem o "orelhas" se atreve e jura, jura, jura! E os benfas "acarditam", "acarditam", "acarditam!...

      Mas diga-me lá meu amigo, pois eu sei que já "alguém aí do Oeste" lhe terá soprado ao ouvido: quais os nomes do árbitro e do VAR?! Eu prometo não comprometer o meu amigo. Palavra de leão!...

      SL

      Eliminar
    2. Olhe..."o vento aqui sopra de sul e ..trás-me cheiro a maresia"...

      Querem ver que iremos ter no VAR..."calma...tem calma..."...

      Pronto..."lá vamos ter de aturar" o Fábio VARissimo...o que com imagens da "trampaTV"...é garantia de um trabalho "limpinho" (desculpa lá JJ...mas aí estiveste mesmo mal...)

      Abraço e SL

      Eliminar
  2. Ainda gostava de saber como é que o Sporting é favorito num jogo onde defronta o treta campeão na sua casa, eequipa sempre com os habituais 14 (11+3 padres).

    Bastará relembrar o jogo da época passada para se verificar quem é o favorito.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE