quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Alguém me convence que esperar é bom?!...


SÉRGIO, JESUS E VITÓRIA

«O vencedor desta semana chama-se Sérgio Conceição. Primeiro, e a aritmética diz tudo, porque o Porto ganhou pontos aos seus rivais e está a olhar para baixo na liderança da Liga. Com uma vitória tirada a ferros, como bem resumiu o Record, com muita luta como o treinador gosta e com uma paciência de santo para aturar uma arbitragem que poria o homem mais calmo do Mundo de cabelos em pé. E fazem muito bem os dragões em apresentar queixa ao Conselho de Arbitragem porque o futebol tem leis muito claras e quem é mau deve ser castigado e ficar congelado numa jarra para ver se aprende a errar menos.

Depois, porque disse a melhor e mais verdadeira frase destes dias: "esta jornada não é decisiva". Ainda nem completámos a primeira etapa do campeonato, logo, seria estranho e péssimo para a competição que já houvesse alguma faixa atribuída em Janeiro. Porém, não gostei do que vi na Luz. Sou um adepto de Jorge Jesus há muitos anos, apesar de não concordar sempre com ele, e ele que me desculpe. Na quarta, o Sporting podia ter dado um golpe moral no seu principal rival. E, face ao momento em que vivemos, isso seria possível. Uma vitória verde e branca deixaria os encarnados em polvorosa e só muito dificilmente voltariam a ter a força anímica indispensável para combater pelo penta.

Quando acabou o jogo, escrevi que na segunda parte o Sporting parecia que estava com prisão de ventre, como Marcelo Rebelo de Sousa na passagem do ano. Jesus explicou que a vantagem dada por Gelson Martins lhe daria oxigénio para com a segurança defensiva que tem apresentado – uma nota muito positiva para o quarteto em campo, especialmente para Piccini que se tornou um senhor lateral direito e o mérito é todo do treinador – haveria espaço para matar o jogo no contra-golpe. Ora, basta sentir o pulsar da nação leonina para se perceber que todos os adeptos estavam à espera de mais. Este foi um ponto que soube a muito pouco porque a percepção dos sportinguistas, e a percepção é muito mais importante que a realidade, é que devíamos ter jogado melhor, até explorando os desequilíbrios tácticos do Benfica após a saída de Pizzi. Assim, resumo simplesmente, foi uma oportunidade perdida.

Há pouco tempo, tive o grato prazer de ir comentar o English Open de Snooker, uma das minhas modalidades preferidas, ao Eurosport. Os dois comentadores do canal, o Miguel Sancho e o Nuno Miguel Santos, sabem muito mais do que eu, por isso o meu comentário baseou-se na minha área profissional: a comunicação. Tive a oportunidade de chamar a atenção dos espectadores para a linguagem corporal dos jogadores. Assim, peço que reparem na mesma de Rui Vitória. Está muito mais tenso e nervoso, no banco, que nas épocas anteriores, está a sentir a pressão, e neste dérbi podia ter sido a derrocada. Registo a coragem de ter arriscado tudo, empatou, mas ganhou um suplemento de alma e confiança que o Sporting podia ter aniquilado. Não matou, temos um campeonato a três.»

"... Basta sentir o pulsar da nação leonina, para se perceber que todos os adeptos estavam à espera de mais...". Eu estava! Confessei-o antes e volto agora a afirmá-lo! Gosto muito dele, mas estou danado com JJ. Voltou a dar-me ontem o enésimo desgosto no Sporting, tantas já foram as vezes em que podia ter saído da "praça" em ombros e acabou por regressar a casa de mãos vazias, sem ao menos um triste rabo ou uma reles e roída orelhita! Assim, agarrado à barriga e suportando as cólicas de uma inusitada, estranha e inconveniente "prisão de ventre", em vez de aniquilar o homólogo, permitiu que recorresse ao cardápio e escolhesse uma nova "doença" que, mesmo correndo o risco de intervenção do "Zé Manel das disciplinas", me irrita e esfrangalha os nervos e ainda, embora potenciando e acelerando o gozo piedoso que me desperta, nunca me fará sentir suficientemente compensado! A menos que a "sonsa tosse calimérica lampiã" de hoje, depois de convenientemente tratada a jesuíta "prisão de ventre", venha a resultar lá para Maio, em violento e definitivo colapso pulmonar! Porém...

Alguém me convence que esperar é bom?!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Subscrevo o texto de RC e do amigo Álamo, tb eu esperava mais, fiquei com uma enorme frustração, porque realmente o Sporting podia ter feito melhor, e cortava de uma vez por todas o pio aos corruptos....

    SL

    ResponderEliminar
  2. Primeiro, caro Álamo, desejo-lhe um excelente 2018 de preferência pintado em tons de verde.
    Segundo, e porque ainda estou a sentir as náuseas do jogo de ontem, tenho a dizer-lhe que infelizmente e após termos esperado 2 anos e mais alguns meses, temo que teremos que esperar muito mais do que 5 meses para sentir o doce sabor de vencer o campeonato.

    ResponderEliminar
  3. Eu também esperava mais, segurar o 1 a 0 à equipa pequena não me agradou. Por outro lado, vamos ter que os cozinhar em lume brando e sim eu acredito que vamos ser campeões mas o JJ que tire as ilações necessárias deste derby.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE