quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Imperioso desígnio colectivo!...

Conforme comunicado enviado à CMVM e que poderá ser apreciado na íntegra aqui, a SAD do Sporting registou um prejuízo de 7,644 milhões de euros, nos primeiros três meses da época em curso (1 de Julho a 30 de Setembro). Este valor contrasta com o valor positivo de 10,577 milhões, no período homólogo da época anterior. No que se refere ao passivo total, este evoluiu para um valor de 197,645 milhões de euros neste último trimestre, o que equivale a quase mais 31 milhões, se for considerado idêntico período da época passada.
De realçar que a SAD do Sporting mantém-se com capitais próprios negativos - falência técnica -, apresentando um activo de160 M€,  inferior ao passivo, de 197 M€.
No que às receitas diz respeito, os resultados apontam para uma melhoria em quase todas as rubricas, que vão desde os direitos televisivos, até à bilheteira e quotizações.
O comunicado especifica ainda as percentagens que o Sporting detém, nos passes dos jogadores que pertencem actualmente ao clube
A análise dos números da vertente económico-financeira ficará para os especialistas. A mim e a muitos sportinguistas interessará a rama que me dei ao trabalho de destacar no início e a situação de todos os atletas profissionais com contrato com o Sporting.
Quer-me parecer, que o esforço levado a cabo para conseguir construir o plantel actual e paralelamente “vassourar” o balneário do modo que todos sabemos, teria de conduzir aos números que agora foram apresentados pela SAD na CMVM e teria forçosamente que implicar que muitos dos atletas que hoje são a razão do nosso orgulho, fossem detidos pelo Sporting em percentagens quase decepcionantes. Bem ou mal feito, o trabalho está realizado e o Sporting renovou-se e devolveu-nos a alegria e o prazer que quase tínhamos esquecido. Com estes números e estas condições, o futuro será certamente muito difícil. Mas agora a esperança vive connosco e as dificuldades parecer-nos-ão mais leves. Mai do que nuncas, a união e o realismo de todos os sportinguistas, torna-se um imperioso desígnio colectivo.

Leoninamente,
Até à próxima 

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE