domingo, 27 de maio de 2012

Se calhar !...

in jornal "A Bola"
Se calhar foi !... Se calhar foi um "fungo" qualquer que a "vassoura" do Duque não conseguiu varrer de Alcochete!... E de acção tão nefasta que conseguiu contaminar quem nós, sportinguistas, nunca pensámos que pudesse ser contagiado: o nosso "Coração de Leão", Ricardo Sá Pinto !...
Deixaram quase todos os que pisaram o Jamor no domingo à tarde, ao partir para férias, subentendida a ideia de que levavam a final da Taça atravessada. André Carrillo apenas expressou em palavras o sentimento que outros não tiveram a coragem de afirmar. É compreensível! Um "soco no estômago" como o que todos levámos no Jamor, é uma coisa que deixa qualquer um sem palavras e com tamanha dor e vómito latentes, que só o tempo e o êxito serão capazes de dissipar!...
Em mim subsiste a dramática dúvida de quanto tempo hão-de durar os terríveis efeitos de tal golpe. Por quanto tempo perdurará em mim a recusa do elogio apaixonado e fácil sobre qualquer "pontapézito" mais bem dado por qualquer daqueles que não souberam compreender a honra de estar presentes naquele palco, naquele momento e envergando a gloriosa camisola "verde às listas" do Sporting Clube de Portugal.
Não sei quantos títulos, quantas glórias, quantas exibições espectaculares serão necessárias aos pobres protagonistas de há uma semana, para me fazerem esquecer um dos maiores desgostos da minha vida de leão ao peito. Nunca direi nunca a essa possibilidade. Mas doravante, terão de me convencer e deixar de boca aberta de espanto, conquistando vitórias e glórias impossíveis, até que o gelo com que o seu "excesso de confiança" envolveu o meu coração se derreta completamente. A começar por Ricardo Sá Pinto, obviamente...


Leoninamente
Até à próxima 

Sem comentários:

Publicar um comentário

PUBLICIDADE