quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Ou não será assim, senhor Director?!...


UM EMAIL INFAME

«Face a um email assinado por Carlos Janela e enviado para Luís Filipe Vieira e que põe em causa a integridade de jornalistas do Record e, por consequência, do próprio jornal, cumpre-me o seguinte esclarecimento:

1. O email lança insinuações inaceitáveis que ferem a reputação do Record e atingem o bom nome dos jornalistas associados à eventual criação de um blogue supostamente financiado pelo Benfica.

2. O Record nada tem a ver com as guerras que estão instaladas no futebol. Apenas cumpre a sua missão: informar.

3. A Direcção do Record mantém total confiança nos jornalistas atingidos por esta vil calúnia e que pela sua conduta profissional e comportamento ético e deontológico estão acima de qualquer suspeita.

4. Independentemente da veracidade ou não do email (Carlos Janela afirmou publicamente que o email é falso), a mancha da difamação, falsa e gratuita, é demasiado grave para passar impune.

5. O Record procederá judicialmente contra os responsáveis por esta infâmia e calúnia.»
(António Magalhães, Nota do Director, in Record)


Assiste toda a legitimidade a António Magalhães de, na qualidade de director do jornal Record, vir a terreiro fazer a natural e óbvia defesa corporativa dos jornalistas do jornal que dirige, visados no email pretensamente assinado por Carlos Janela e alegadamente dirigido a Luís Filipe Vieira, daí decorrendo também o voto de "total confiança" manifestado.

Do mesmo modo competirá às autoridades competentes o sagrado e imperioso dever de proceder no mais curto prazo possível, à concomitante investigação, no sentido de averiguar a "veracidade ou não do email" e procederem conforme as conclusões da mesma.

Até lá, a presunção de inocência de todos os implicados - denunciantes e denunciados -, deverá merecer de todos nós o inalienável respeito que o quadro legal do estado de direito que somos determina e impõe!

Nesta condição e perante as disposições legais em vigor, tão criminoso será antecipar a culpabilidade dos jornalistas visados, quanto, ligeira e precipitadamente, declarar a denúncia como sendo "infame e caluniosa"!...

Ou não será assim, senhor Director?!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Por que é que será que não existe nenhum nome de jornalista da Burla (A Bola) apontado nesse e-mail?... Estará tão bem controlado que não é preciso ter informadores nesse órgão oficioso/oficial lampião?... Esta ausência confere grande plausibilidade ao dito e-mail... E o que mais poderia dizer Janela, se não que o e-mail era falso!

    ResponderEliminar
  2. E não seria tão honesto e sério se estes senhores se penitenciassem quando, eles próprios, lançam INFUNDADAS e posteriormente COMPROVADAS - para não falar nas pensadas e dolosas - calúnias e FALSIDADES sobre, designadamente, o nosso clube... Mas ai já vale tudo...

    Tão pu'r'as que são estas virgens...!!!

    p.s. gosto particularmente do ponto 4... Independentemente da veracidade.... (opá... mas então não é a veracidade, ou não, que faz a acusação ser falsa ou verdadeira???) Tou baralhado...!!! Então caro diretor... vamos supor que a veracidade se comprova... Vou gostar de ler o seu comunicado... e já agora verificar a acção sobre os implicados...

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar
  3. Ficarei satisfeito se todos se demarcarem disto e lançarem fogo ao Janela para que arda sozinho, lá naquele canto pago pela administração.

    até agora o Janela continua vivo e íntegro.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

PUBLICIDADE