quarta-feira, 1 de maio de 2013

O maior desafio !!!...

Quase se adivinha o significado do sorriso de ambos! (in A Bola)

Serenamente, mas a um ritmo alucinante, que cansa só de o ver referenciado por aí, o presidente Bruno de Carvalho vai arrumando a casa, indiferente aos "misseis, torpedos, obuses, rockets ou simples granadas" que quase diariamente são lançados sobre Alvalade, pela guarda avançada que todos conhecemos sobejamente. Inexplicavelmente porém, a esse exército de todos conhecido, junta-se gente de camuflado verde, que vai deixando por aí semeadas as duas mais terríveis de todas as armas, aquelas que a mais difícil de todas as guerras, a guerrilha urbana, sempre utilizou com sucesso: as minas e os "snipers"! Umas e outros, estão sempre onde menos se espera, na cobardia de uma cova do caminho ou, surpreendentemente ou talvez não, na frieza de uma esquina sombria.

Mas "os homens sem sono", liderados por quem também não andará propriamente a dormir, lá vão prosseguindo o seu ciclópico trabalho, sem desfalecimentos e indiferentes aos "terroristas". Porque a única regra sagrada que poderá levar um qualquer movimento de guerrilha à vitória, assentará sempre no apoio popular das gentes onde desenvolve a sua acção. E desta vez, o povo não está com a guerrilha. O povo está com o líder que elegeu e este parece estar tão ligado a quem o colocou no poder, que até já lhe chamam o presidente do povo, no caso o povo sportinguista, obviamente.

Uma insidiosa campanha foi descaradamente montada para afastar o presidente do Sporting Clube de Portugal do professor Jesualdo Ferreira e dificultar, ou mesmo inviabilizar desse modo, o tão desejado, por quase toda a grande nação leonina, prolongamento do seu contrato com o Clube. Mas tal propósito parece ter esbarrado na muralha construída pela argúcia do jovem líder, caldeada com a tarimba do "velho" Professor, suficientemente experimentado nesses jogos de bastidores. Hoje, parece ter acontecido a primeira desistência. Outras se seguirão. E a seu tempo, como aqui defendi e apelei, tudo acabará por fluir com naturalidade. Porque é minha forte convicção, que nenhum destes dois homens estará disposto a enjeitar o maior desafio das suas carreiras!!!...

Leoninamente,
Até á próxima


 

8 comentários:

  1. Cara a cara com o Jesualdo, perguntar-lhe-ia: liderar este Sporting, esta cambada de putos talentosos que procuram crescer num clube em estado crítico a nível financeiro, levá-los às conquistas num clube gigante - é este o grande desafio da sua carreira?

    Tenho a certeza que ele diria que sim. Que tudo se resolva, que se renove e que haja tempo para vermos os frutos do trabalho desenvolvido. A bem de todos.

    ResponderEliminar
  2. É isso mesmo, amigo Rui Coelho! Eu também tenho essa certeza!
    Pode ser o meu coração a falar, mas vejo um brilho especial no olhar do Professor! Acho que até ele estará surpreendido com a afectividade que o rodeia, com a matéria prima que tem nas mãos, com a vontade que vê nos dirigentes de levantar este Sporting do chão e... apaixonou-se pelo desafio!...
    Como tão bem diz um outro sportinguista no seu blog, ele já não quer largar a cadeira do sonho que nunca julgou vir a ter!
    O Sporting é assim! Sporting num dia Sporting para sempre!...

    Grande abraço

    ResponderEliminar
  3. Só espero é que Jesualdo fique mesmo.sempre disse que é preciso pagar bem quando o treinador é bom.ele é o líder desta equipa e com mais um ou dois jogadores experientes fazemos uma bela equipa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Rui Fernandes,

      Subscrevo inteiramente o seu comentário! Entendo valer a pena fazer alguma contenção noutras áreas, para que o Sporting e o Professor se possam aproximar, se a diferença estiver na sua remuneração.

      Se as diferenças forem outras, que provavelmente muitos de nós adivinharão, que o Presidente seja capaz de estabelecer as pontes necessárias e Jesualdo Ferreira saiba compreender o projecto de quem representa a grande maioria dos sportinguistas.

      Já não estarei tão seguro de que o Sporting tenha capacidade para assegurar o concurso de "mais um ou dois jogadores experientes", como diz. Quase seguro estarei de que assistiremos dentro de pouco mais de um mês, a uma sangria inimaginável dos nossos melhores valores. Aguardemos, na esperança de que a "trave mestra" continue connosco.

      SL

      Eliminar
  4. A importância da continuidade de Jesualdo... é essa mesma... a continuidade...!!!

    Perante a previsão de saída de alguns dos melhores jogadores - mais experientes e de maior capacidade emocional -... a "(des)continuidade" de JF traria grande incerteza na equipa que restar... crivada de jovens em pleno crescimento e com, ainda, pouca estrutura humano-desportiva o que levaria a uma fragilização grande da mesma...

    Dai que, ainda que reiterando sempre o facto de não existirem insubstituíveis - a importância de JF será nuclear... para que não tenhamos de REcomeçar tudo do zero... mais uma e outra vez...!!!

    A questão principal... em minha opinião, não é dinheiro e/ou questões de ordem remuneratória... antes... questões de índole organizacional e estrutural... Penso mesmo que, independentemente da sua motivação pessoal, o ter levado a pensar num apogeu profissional como manager ou coisa que o valha (conceito muito pouco consequente em Portugal)... JF terá encontrado por Alvalade, não um... mas "O" desafio da sua carreira... ainda - e sempre, digo eu - como treinador de campo...

    O que poderá - e deverá, digo eu - acontecer é aditar a essa função as tais questões de carácter organizacional... e aqui é que deve estar o busílis da questão... Saber-se quais as reais funções de cada um na estrutura do clube e quando, onde e como as mesmas poderão - não deverão, digo eu - colidir...!!! E o que significam, significariam, significarão... Inácios, Luíses Freitases Lobos e/ou Tomazes Moraises.... que certa ou eventualmente farão parte da estrutura...

    Mas eu acredito que, mais que um acordo ou um 'simples' contrato, uma decisão será tomada, e em claro benefício do SPORTING e a continuidade do professor será um "facto factual"... O próprio também terá isso como objectivo, quero acreditar...... Também acredito que o bichinho leonino o terá já mordiscado e todos sabemos o seu poder """mordiscador"""...!!!

    Aliás... se dúvidas houvessem da boa decisão que será a continuidade do professor... bastar-nos-ia visualizar o "pasquim dos pasquins" que parece já ter milhão e meio de clubes prontos a assinar milionários contratos com JF... Ele é a China, a Turquia, Médio-Oriente, até um projecto altamente projectado... de subida à premiership... (Cá para mim até já devem ter os telefones de todos os adeptos, esposas, tios, sobrinhos e 'pets' dos súbditos de H.R.H....!!!)

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro ZE,

      Também tenho sensação igual à tua. Jesualdo Ferreira já conhece muitas estruturas por esse mundo fora. Já pertenceu a muitas e sabe aquilo que funciona e o que não funciona. Penso também que já terá sido "mordido pelo bichinho" e que não será por ele que a corda partirá. Mas certamente há-de dizer a Bruno de Carvalho que as coisas para funcionarem, cada macaco terá de ficar no seu galho e respeitar o território dos outros.

      Bruno de Carvalho terá o seu projecto mais que alinhavado. Mas deverá ter na devida conta a opinião de Jesualdo Ferreira, que vejo não só como treinador mas como uma quase insubstituível figura inspiradora de toda uma estrutura. O Presidente que não pense nunca que o seu projecto é um trabalho acabado e que a contribuição de Jesualdo Ferreira não será uma mais valia importantíssima.

      Se a Freitas Lobo vier a ser entregue todo o "scouting" do Sporting, se Tomaz Morais for o responsável por uma Academia e formação modernas e organizadas, e Augusto Inácio e Virgílio Lopes forem o respaldo indestrutível do trabalho desenvolvido nas duas equipas profissionais e se Bruno de Carvalho velar para que na vida do Clube não haja permanentes "assaltos" de cada um destes departamentos nas áreas que a outros pertencem, não tenho dúvidas que toda uma estrutura assim pensada, venha a dar os frutos que todos desejamos.

      Todos os nomes que apontaste, nunca serão incompatíveis, desde que Bruno de Carvalho seja uma figura presente e actuante e que tenha em cada momento uma firme e incontornável postura preventiva e dissuasora de potenciais conflitos, cabendo a todos os sportinguistas a organização externa de um bloco indestrutível na defesa de tudo aquilo em que acreditamos.

      E que todos afastemos para bem longe a possibilidade de toda a gente há pouco afastada do poder em Alvalade, poder vir dizer amanhã que o mal do Sporting não estava neles!...

      Abraço e SL

      Eliminar
    2. Caro Álamo... percebo a tua "estrutura"... que faz todo o sentido de acordo com as capacidades e valias de cada um... Mas a questão central será a definição... de quais dessas vertentes estruturais define os objectivos do todo...!!!

      Penso que poderá querer JF, ser ele a ditar a "lei vs política" do todo... Será que Freitas Lobo, a confirmar-se, se submeterá exclusivamente a """ordens"""... ou quererá, ele também... ditar veredito na política geral... Penso, que ele pensa, ter capacidades para isso... afirmou-se como pretendente a director desportivo... (é um pouco mais abrangente que um """simples""" scouter...) Tomaz Morais... perecer-me-à, claramente, mais pacífica a sua introdução... até porque as funções serão de outro âmbito... Inácio e Virgílio... designadamente o primeiro..., será, já o vimos, tipo consultor prioritário do presidente... como tal, já tem a sua participação mais que activada na estrutura... e seguramente serão, tb dele, muitas das definições já programadas...

      Estou expectante... Volto a dizer que acredito convictamente que BdC (o verdadeiro fiel depositário de tudo isto) será capaz de envolver toda esta, valorosa, gente num projecto de sentido único... assim os envolvidos tenham esse fito em mente (se não o tiverem mais vale nem se levantarem da cama...!!!)

      Da minha parte (pequeníssima mas um grande, grandíssimo "pormaior" se multiplicado por 50000) terão o meu apoio incondicional sentadinho (e levantado tb :)) lá no meu lugarzito reservado em Alvalade...

      Apelo a todos quantos o possam fazer, que o queiram fazer... precisamos de um estádio, permanentemente cheio... A força do 12 jogador é uma realidade... vamos contribuir para esse facto...

      p.s. Já agora... e na sequência deste respaldo vindo da bancada, qual off topic... (quiçá sirva de mote para um topic elaborado com a tua comprovadíssima classe) Uma das maiores contratações que poderíamos fazer... aliado à venda de mais e mais gameboxes... era o fechar daquele inqualificável buraco que nos retira capacidade de sermos mais respeitados... Eu pessoalmente troco-o por um jogador, técnico ou dirigente...

      SL

      Eliminar
    3. Caríssimo ZE,

      Há muito que reparo na quase plena sintonia entre os nossos, teu e meu, sentimentos e perspectivas. Connosco, também tenho reparado, estará um número crescente de adesões que aqui são explicitadas em comentários de esperança. E noutros "núcleos" desta empolgante blogosfera leonina, a cena vem-se repetindo. E isso faz-me sentir que a ilha inicial estará a transformar-se num enorme "continente" de leoninidade, de união e de esperança.

      Temos que partir de armas e bagagens para derrubar as barreiras do número de associados e para fazer de Alavalade um estádio de permanentes lotações esgotadas. Então sim, então seremos capazes de tapar aquela "taveirada" do fosso e a outra das cadeiras "tutti-frutti", transformando as bancadas de Alvalade numa autêntica "camisola" às listas verdes e brancas!...

      Enquanto isso, todas as reservas que colocas ao funcionamento da estrutura que os diversos nomes em causa poderão fazer recear, desaparecerão como que por milagre, com uma liderança fortíssima, que terá de se verificar, sem cedências nem tergiversações, doa a quem doer e fazendo ficar pelo caminho quem assim não o entender, seja quem for e por muitas credenciais que possua.

      Ou Bruno de Carvalho prossegue esse caminho único, ou falhará como todos os que o antecederam. Eu acredito que o conseguirá e que daqui a muitos anos, será recordado por toda a grande nação leonina, como o digno sucessor de João Rocha !...

      Abraço e SL

      Eliminar

PUBLICIDADE