sábado, 5 de agosto de 2017

Vamos a eles, leões!!!...



«Já falta pouco para a bola recomeçar a rolar e no Sporting a fasquia está particularmente elevada, depois de uma época frustrante a todos os níveis e de termos tido mais uma forte aposta em termos de investimento. Queremos todos acreditar que é mesmo desta vez que seremos campeões e que finalmente acabaremos com um jejum que já vai demasiado sendo longo.

Surpreendentemente, ou talvez não, voltámos a fazer uma autêntica revolução no nosso plantel. O tempo urge para fazermos uma equipa pois está aí à porta o "playoff" da Champions que, apesar do quase "milagre" de termos sido cabeça-de-série, vai já exigir um grande Sporting, até porque agora a exigência dos adeptos aumentou e uma eventual eliminação seria quase catastrófica.

A pré-época deixou-nos indicações algo ambíguas. Se, por um lado, vimos chegar alguns jogadores que aparentam ser contratações cirúrgicas (do mercado argentino tenho muita pena que não tenha vindo o Lucas Alario, mas prefiro Acuña a Pity Martinez), por outro, deixámos a nu ainda evidentes desequilíbrios nomeadamente na nossa renovada defesa (como é possível William ter tido que jogar a central no último ensaio geral?).

Lamentavelmente vimos sair, ou ser "encostadas", promessas da nossa formação que teimam em não se afirmar com Jorge Jesus e ainda algumas das poucas contratações acertadas da vigência de Bruno de Carvalho como Paulo Oliveira. É quase incompreensível a dispensa de alguns que foram aposta constante nos últimos meses da época como Marvin, Schelotto ou Bryan Ruiz, quando podíamos ter começado a preparar antecipadamente esta. Mais uma vez lá teremos as notícias das fantásticas "poupanças" que faremos com os vários jogadores dispensados a somar às dezenas e dezenas dos últimos anos.

Uma grande preocupação que terei, provavelmente até 31 de Agosto, prende-se com a manutenção dos nossos capitães que estarão muito seduzidos com a perspectiva de jogar fora de Portugal e, já agora, de não voltar a passar por situações impensáveis como a que aconteceu em Chaves. Espero vê-los, como merecem, a ser campeões pelo seu clube de sempre. A nossa entrada na Liga dos Campeões poderá ter aqui um papel determinante.

Fora de campo, nem vale a pena falar dos nossos adeptos, porque com esses contamos sempre e há muitos anos nos bons e maus momentos.

Que o ambiente de guerrilha entre dirigentes e clubes seja amenizado antes que venhamos a ter consequências dramáticas.

Que haja cada vez maior verdade desportiva. O vídeo árbitro é uma medida no sentido certo, embora fique longe de resolver tudo. Seria importante desmascarar situações pouco claras, nomeadamente a questão dos "e-mails", das finanças "obscuras" de clubes e dos empréstimos de jogadores que desvirtuam competições.

Espero que, no meu clube, se acabe com a incompreensível "caça às bruxas" interna e que nomes como "sportinguenses" e "híbridos" deixem de ser chamados a quem ouse pensar por si e não queira endeusar quem hoje está no clube. A nossa unidade (e não unanimismo) é fundamental para atingirmos o sucesso e é bom lembrar que os nossos adversários (e não inimigos) estão noutros clubes e é esses que devemos combater.

Que esta possa ser uma época na qual não sejamos envergonhados por episódios tristes como o do túnel de Alvalade ou com revelações de gravações pouco edificantes. Que as frases escritas em estátuas sejam tornadas vivas por quem as percebe e vive e que as promessas feitas de forma mais solene do que nunca sejam concretizadas.

Vamos a eles, leões!

Em contexto completamente diferente daquele que hoje vivemos, já repudiei muitas das suas posições e combati noutra trincheira por um futuro diferente daquele que ele preconizava para o meu Sporting! E não sei nem estarei muito preocupado em saber se amanhã, eventualmente em contexto semelhante, ainda por cá andarei para poder garantir ou não qualquer alteração no meu pensamento. Importante será para mim que aqui e agora, Pedro Madeira Rodrigues não será menos sportinguista que eu, não merece, nem ele nem ninguém, que outro sportinguista lhe chame "híbrido" ou "sportinguense" e tem todo o direito a emitir a sua opinião sobre o Clube da sua vida! Como eu! Como qualquer sportinguista!...

Já por aqui me descaiu a pata para a poça e, levado pela "virulência dos tempos" e por este amor irracional ao Sporting, fui capaz de ultrapassar limites e julgar e afirmar outros que amam o Clube tanto ou mais do que eu, de sportinguenses. Disso me penitencio. Estava errado e espero ser capaz de não mais voltar a cometer semelhante erro: quem ama o Sporting como todos nós amamos, será sempre sportinguista até que termine o seu campeonato. Ponto final...

É por isso que, embora a minha filosofia e análise ao momento actual do Sporting não coincida em todos os pontos com o pensamento de PMR na carta que acaba de dirigir aos sportinguistas, entendi que neste cantinho de leoninidade, também cabem as suas palavras. O seu apelo à união de todos os sportinguistas é crédito suficiente para mim!...

Somos todos leões, orgulhosamente leões, mais nada além de leões e tudo o que alguém, seja quem for, proclamar para além disso, ontem, hoje ou amanhã, será um inclassificável insulto a todos os leões!...

Nesta condição, aqui declaro, convictamente, subscrever o fervoroso apelo de Pedro Madeira Rodrigues:

Vamos a eles, leões!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

12 comentários:

  1. Nao se iluda, alamo,nao se deixe trair pelo seu bom coracao, PMR com este texto, na minha modesta opiniao, so esta apenas a seguir a cargilha dos comentadeiros ligados ao clube dos vouchers e emails, repare o discurso da cartilha, e todo virado para fazer pressao sobre jj e bruno de carvalho, eu nao me iludo com estes passaroes, e nao quero voltar ao tempo dos croquetes, no entanto cada um e livre de pensar de outra maneira, saudacles leoninas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Leão da alameda, julgo que terei deixado bem claro no meu postal, tudo à excepção de ilusões! Mas permita-me que lhe diga que com a mesma força com que rejeito a cartilha escarlate, também rejeito outra qualquer cartilha, mesmo que interna...

      Também não quero voltar ao "roquettismo" nem a outros quaisquer "ismos", para além do sportinguisno de que me orgulho, mas não sou capaz de imaginar um sportinguista vestido com outra camisola que não seja a gloriosa verde e branca! Recuso liminarmente...

      Eliminar
    2. Existe uma expressão popular que se adapta muito bem a este senhor. CANTAS BEM MAS NÃO ME ALEGRAS. por muitos anos que viva nunca irei esquecer o desprezo e a arrogância com que tratou aquele sportinguista anónimo em véspera de eleições.

      Eliminar
    3. Recordo perfeitamente esse episódio muito feio, protagonizado por PMR. Não acredito que algum sportinguista tenha deixado de ficar bastante incomodado com o comportamento do candidato e os resultados foram inequívocos...

      Não sei se lhe terá ou não servido de lição. Será problema dele, não dos sportinguistas...

      Eliminar
    4. Concordo com o Vitor. Muito desconfiado , muito mesmo desde esse episódio.

      Eliminar
    5. E é perfeitamente natural a desconfiança do caro Metralha. Nem sei se alguma vez PMR apagará essa nódoa. Contudo, o seu apelo de agora à união, não deixa de ser positivo. Foi apenas esse aspecto que pretendi sublinhar e nada mais...

      Eliminar
  2. Sinceramente, às vezes não percebo se estes comentários são pagos ou se são sinceros, ou seja, sem nexo. Como é possível, a acreditar que são sinceros, que se ache que PMR está ligado ao Benfica, ele que jogou nas camadas jovens do Sporting e tem mais anos de associado do que o Bruno. Porque não achar-se que o Bruno está ao serviço do Benfica? Afinal, ele é tetracampeão pelo Benfica. A dos croquetes é para fazer rir. Parece-me que vi o Ricciardi, o croquete mor, no casamento do Bruno.

    ResponderEliminar
  3. Também alinho nesse apelo de "Vamos a eles Leões"...
    Mas "tenho aqui uma unha que me segreda ao ouvido"...:"cuidado velho Leão Max...não te deixes iludir pelos cantos de sereia", (salvo seja...)

    Abr amigo Álamo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai amigo Max, as sereias são como o dragão, são animais mitológicos, não existem!...
      Além disso e com o devido respeito pela sua unha, nós já não temos idade para ir atrás de cantos! Além da idade, meu amigo, cá pelo meu lado cada vez estou mais surdo: já só ouço quando alguém me diz: toma!...

      Grande abraço até ao seu Oeste meu amigo!...

      Eliminar
    2. Retribuição do abraço com amizade...o tempo por aqui pelo Oeste "não está bom...para os reumático...!!"

      Eliminar
    3. Ainda pode acontecer que o amigo receba boas notícias daqui de Aveiro! Que a esperança seja a última a morrer!...

      Com amizade, grande abraço.

      Eliminar
  4. Meu caro Álamo
    Não sei se é o caso de PMR ou não, não o conheço o suficiente para poder afirmar. Mas não tenha dúvidas que existem por aí vários sportinguenses.
    Há várias pessoas que se dizem sportinguistas e que definitivamente não "ama o Sporting como todos nós amamos."

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE