sexta-feira, 18 de novembro de 2016

André Felipe resolve!!!...


Em apenas 10 minutos marcou dois golos que mataram e remataram  a eliminatória da Taça frente ao Praiense. E fez com que um sorriso rasgado iluminasse o rosto de Jorge Jesus, que não se fez rogado para dizer na "flash interview" do final do jogo: "Faz lembrar Liedson. É um goleador, é um Liedson, um jogador de área, um ratinho de área. É um jogador que cheira o golo. De todos, é o que mais cheira o golo"!...

E se puxarmos pela memória, damos connosco a pensar que não foi a primeira vez que o "ratinho" mereceu tão rasgados elogios. Na estreia com a camisola do Sporting, o avançado brasileiro, em encontro da 4.ª jornada frente ao Moreirense - entrou aos 78' para substituir Alan Ruiz - as palavras de JJ tinham apontado rigorosamente em sentido idêntico: "O André, sem querer comparar, é como o Liedson. É um finalizador, um ratinho. Pu-lo fora da zona do golo para lhe dar jogo". Agora André foi colocado na "zona do golo" e... foi o que se viu, depois de já ter "molhado a sopa", marcando o seu primeiro golo pelo Sporting, na vitória por 4-2 contra ao Estoril, na 6ª jornada!...

André Souza foi um pedido expresso que Jorge Jesus parece ter feito a Bruno de Carvalho, por ver no ponta-de-lança brasileiro uma mais-valia para o reforço do ataque leonino, depois da sua passagem, quando apenas em Setembro completou 26 anos, por clubes como Santos, Dínamo Kiev, Bordéus, Atlético Mineiro, novamente Santos, Vasco da Gama, Sport Recife e Corinthians.  O camisola 16 dos leões chegou em Agosto e assinou um contrato válido até Junho de 2019, com mais duas épocas de opção e uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros.

Chegou precedido da fama da "baladeiro" - designação popular no Brasil para os "amantes de noites divertidas e bem passadas". Mas até aí JJ saiu em defesa do seu jogador, quando afirmou em Setembro: "A má fama que o André tinha… Essas coisas que as pessoas dizem... Ele era um jovem e, na altura, foi a uma discoteca com o Neymar e com o Ganso. Por causa disso, o Barcelona não foi buscar o Neymar?! O Barcelona preocupou-se e pensou: ‘Epá, não vamos buscar o Neymar porque ele foi à discoteca’?. E eu fiz o mesmo: não fui buscar o André porque ele foi a uma discoteca..."

Será da mais elementar justiça entregar aos dois lançamentos de Bruno César a maior parcela de responsabilidade dos dois golos apontados por André. Mas quantos lançamentos iguais Bruno César já executou que acabaram a desaguar pela linha lateral contrária, por nenhum dos seus companheiros estar no sítio certo, na hora certa e com a codícia e a técnica de um matador?!...

Apetece-me desejar que JJ tenha uma vez mais razão e que  depois desta primeira fase de adaptação possamos recordar Liedson, gritando...

André Felipe resolve!!!...

Leoninamente,
Até sempre, Sporting Sempre!...

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE