domingo, 6 de agosto de 2017

Importante o ensaio com o Vitória na sexta-feira para a Champions!...


Com uma época frustrante ainda bem presente na memória dos adeptos e uma pré-época nada convincente, o mínimo exigível à equipa leonina  seria uma entrada forte na Liga e o regresso a Lisboa com os três pontos no bornal. E de facto desde o pontapé de saída  do primeiro jogo desta nova época que o leão mandou, mostrou que queria mandar e teve a felicidade de ter a sua estrela Gelson, por duas vezes no sítio certo e na hora certa. A temporada poderá vir a revelar-se diferente, mas nesta abertura a grande figura leonina parece continuar a ser  a mesma. Uma vitória a abrir, com dois golos de Gelson, acaba com as reservas para já. E se a isso somarmos uma segurança defensiva que não se viu na temporada passada e o facto de Marcos Acuña  voltar a confirmar ser mesmo reforço e da estaca com que foi plantado em Alvalade brotarem já verdes e promissores rebentos, estarão reunidos motivos suficientes para o sorriso de alívio de JJ e dos adeptos sportinguistas. 

Claro que nem tudo correu bem, nomeadamente com Adrien Silva e Bruno Fernandes em mais um mau ensaio de JJ: o capitão ainda estará muito distante do seu ponto ideal de forma e a cabeça mais clarividente e os melhores pés do plantel, decididamente, não funcionam nos terrenos para onde hoje terá sido compulsivamente empurrado. Não serão difíceis de compreender as intenções de Jesus, mas até o próprio o terá reconhecido ao trocá-los, decorrida uma hora de jogo, por Bataglia e Podence. E o resultado foi aquele que todos pudemos apreciar...

Haverá todavia algumas enormes diferenças em relação à época passada: Coentrão ao pé-coxinho ganha de goleada aos laterais que o precederam; Adrien já pode ser substituído sem que um enfarte de miocárdio acometa os adeptos; Piccini trouxe melhorias à sua lateral mas se insistir na sua irregularidade é bem provável que o seu novo concorrente macedónio lhe comece a fazer o ninho atrás da orelha; e até William me parece poder deixar de ser o senhor rei absoluto daquela sua e exclusiva zona do terreno.

Um pequeno "pormaior" terá sobressaído neste novo, ou "recaucutado" se preferirem, colectivo leonino: a produção de oportunidades para Bas Dost será ainda insípida! Mas acredito que com o tempo JJ, se for capaz de perder uma boa parte da sua casmurrice, conseguirá afinar a máquina!...

Importante o ensaio com o Vitória na sexta-feira para a Champions!...

Leoninamente,
Até á próxima

1 comentário:

  1. Contra o Setúbal acho que JJ irá tentar gerir o plantel ao máximo de forma a não sobrecarregar os titulares para dia 15.Mas temos boas alternativas na maior parte das posições.As mais deficitárias serão o defesa direito em que Ristovki apesar de estar em forma não está entrosado com as ideias da equipa como é natural.A posição central da defesa terá que ser gerida a pinças dada a lesão de André Pinto e as duvidas sobre a confiança que Tobias dá.
    O resto das posições JJ pode gerir como bem entender mas estas 2 são ,para mim,as mais deficitárias neste momento e que podem impedir uma gestão perfeita para este ciclo.

    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE