quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Imitar Carlos Lopes deverá ser o desígnio do Sporting!...


O PRINCIPAL CANDIDATO É...

«A 1.ª Liga começa no domingo e esta é a semana em que se lançam os prognósticos quanto ao principal candidato ao título de 2017/18. A maioria das opiniões que vou ouvindo, principalmente nos canais televisivos, alinham nesta ideia: o campeão em título é sempre o principal candidato. Discordo em absoluto. E por uma simples razão: não existe nenhum dado que dê cobertura a esta ideia, bem pelo contrário: o que nos mostra a história (e a estatística) é precisamente o contrário: em 83 edições de campeonatos, apenas 36 foram conquistados pela equipa que o tinha vencido no ano anterior, contra os 47 ganhos por um novo campeão. Defender que quem ganhou está mais perto de voltar a ganhar, é como continuar a dizer que num clássico ou num dérbi a equipa que está pior vence na maior parte das vezes: é mentira. 

Se o Benfica não tivesse vendido três quintos da defesa partia com boa vantagem, claro. Assim, não. Este não é o mesmo Benfica, embora até possa produzir melhores resultados, mas isso é algo para constatar lá mais para a frente e não para ter já hoje como dado adquirido, estilo crença, fé ou fezada.

O Porto, sim, é para mim o principal candidato. Pela pré-época feita, claro. Há um ano lutou ombro a ombro com o Benfica. Se mantém a mesma equipa e o adversário está mais frágil, a pequena diferença da época passada pode facilmente ser esbatida.

O Sporting parte do 3.º lugar. Não por ter sido essa a classificação em 16/17, mas porque mudou meia equipa. Em Dezembro/Janeiro se verá se para melhor.»
(José Ribeiro, Opinião, in Record)


Comungo pacífica e integralmente o pensamento de José Ribeiro, tanto na vertente racional quanto naquela que poderá estar ligada a tantos e tantos erros cometidos no passado pelo grande universo leonino, nomeadamente nos últimos anos, pelo vértice da sua pirâmide.

Tal não deverá significar contudo, que se adopte a filosofia miserabilista e muito comum na "alma futeboleira tuga" do... "jogo a jogo"! O campeonato é longo e desgastante e deverá ser sempre enfrentado como um todo, exactamente com a mesma filosofia com que o nosso campeoníssimo Carlos Lopes enfrentava a maratona: jamais quilómetro a quilómetro, à espera de ver como aquilo iria dar, antes defendendo quando era hora de defender e atacando quando era hora de atacar, mal lhe perpassava pela cabeça a mínima suspeita da debilidade dos adversários e nunca recusando ganhar vantagem que depois sabia gerir com o talento que todos lhe reconheciam!...

Imitar Carlos Lopes deverá ser o desígnio do Sporting!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. O campeão parte na frente..., ou melhor, este campeão parte na frente..., aliás, no que a contratações diz respeito, até já terá amealhado alguns pontinhos à partida... O que se poderia dizer é que a possibilidade de conseguir ter um ano, tão 'limpinho, limpinho', como os últimos, está mais video-visionada... NO WHAT I MEAN... "Vocês sabem do que é que eu estou a falar"

    SAUDAÇÕES LEONINAS

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE