terça-feira, 13 de abril de 2021

A ver vamos o que virá a seguir!...


Conselho de Disciplina da FPF confirma: João Palhinha viu 6.º amarelo da época diante do Famalicão
Médio leonino poderá assim jogar no próximo encontro do Sporting

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) acabou de confirmar esta tarde que o amarelo visto por João Palhinha no Sporting-Famalicão foi o sexto da temporada, o que significa que o médio estará apto para o próximo jogo dos leões, em Faro.

Com efeito, logo após ter sido admoestado na última partida, surgiu a dúvida sobre se este seria o 5.º ou o 6.º cartão amarelo do médio na presente edição da Liga.

Recuando no tempo, após o cartão que viu contra o Boavista, o 5.º na contabilidade na Liga, o CD puniu-o com um jogo de castigo, mas a pena foi suspensa em virtude da providência cautelar apresentada por Palhinha no Tribunal Central Administrativo do Sul. Contudo, a 16 de Março, o Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) entendeu decidir a favor do jogador do Sporting, esclarecendo então que o cartão deveria ser mantido e apenas o castigo ser anulado. Por esse motivo, a tese de uma maioria significativa de juristas defendia a teoria de que a próxima admoestação seria a sexta na competição, como hoje se confirmou. Recorde-se porém que o CD da FPF, à semelhança dos muitos casos em que tem saído derrotado nos tribunais de recurso, anunciou a sua decisão de recorrer também da decisão do TAD para o Tribunal Central Administrativo do Sul.

Já em relação ao treinador Rúben Amorim, foi decidida pelo mesmo CD a suspensão de 15 dias na sequência do vermelho visto no Sporting-Famalicão. O treinador do Sporting poderá ficar deste modo de fora até 26 de Abril, não podendo estar no banco frente a Farense, Belenenses-SAD e Sp. Braga. O Sporting está analisar esta decisão e é dado como certo que deverá apresentar recurso. Quanto a Hugo Viana, foi aberto um processo disciplinar.

Os instantes finais do Sporting-Famalicão foram quentes e disso foram reflexo as críticas dos jogadores dos leões e de Rúben Amorim à arbitragem de Rui Costa, o que terá estado na origem do cartão vermelho mostrado ao técnico.

No relatório o juiz da AF Porto acusou o treinador sportinguista, de proferir palavras injuriosas dirigidas à equipa de arbitragem, tendo dito, nomeadamente: "Vai para o c..., vai-te f..., conseguiste o que querias".

O treinador do Sporting terá apresentado esta terça-feira e conforme impõem as normas constitucionais, ao contrário do que vinha sendo uso e abuso deste CD da FPF, as suas alegações, argumentando, em síntese, que "não tinham sido aquelas as expressões proferidas".

A ver vamos o que virá a seguir!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Mas que credibilidade têm estes juizes...
    Para acreditarmos no que afirmam...?
    “So me saem...é ivos...”
    Sporting Sempre...

    ResponderEliminar
  2. Por mim, como leigo nas intricadas leis desportivas lusas, seria de bom tom o SCP não o utilizar em Faro.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE