sexta-feira, 19 de abril de 2013

Sporting, o elixir da juventude!


O Benfica é o favorito para o jogo de domingo. Não o digo naquela velha estratégia de retirar pressão sobre a minha equipa. O Benfica está a fazer um excelente campeonato e, já agora, joga em casa. Por isso, o meu palpite vai, por mais incómodo que isso seja para mim, para uma vitória benfiquista sem goleadas. Ainda assim nota-se que alguma coisa está diferente em Alvalade. Não sei se, com uma direção com mais capacidade de liderança, a esperança que tomou conta dos adeptos chegou ao relvado. Não sei se é o trabalho de Jesualdo, que passou o Sporting de 12º para 7º. Não sei se é apenas uma fase. Sei que o Sporting já não envergonha.
Diz-se que quem não tem cão caça com gato. E o gato do Sporting é a sua juventude. Nos últimos cinco encontros, a equipa manteve os 22 anos como idade média dos seus jogadores. O caso de Bruma é paradigmático. Com apenas 18 anos, já tem o interesse de equipas como o Bayern. Ele quer ficar e faz bem. Mais vale progredir numa equipa onde pode ganhar visibilidade do que ficar no banco de uma das melhores equipas do mundo. Antes rei por um dia do que príncipe toda a vida. O de Rui Patrício é outro. Relativamente jovem para a sua posição, é já um dos melhores guarda-redes do mundo. Ou de Eric Dier, que chega a um lugar de destaque na equipa principal com 19 anos. No clube que criou Figo, Ronaldo, Futre, Moutinho e Nani, a formação de jovens estrelas é a única saída para o Sporting. Tem desvantagens: a facilidade com que algumas fragilidades psicológicas se fazem sentir em momentos grande pressão. Mas dá ao Sporting a possibilidade de progredir e fazer excelentes negócios. Só precisa de respirar fundo, não se deixar levar pelo desespero financeiro e parar de vender ao desbarato e cedo demais.

Quando leio as muitas crónicas de sportinguistas, felizmente espalhadas pelos jornais desportivos, como grandes bastiões da leoninidade e verdadeiros oásis verdes no meio de deserto das ideias monocromáticas que não lhes assegurarão mais que a pobre subsistência, acontece-me amiúde ficar com uma desagradável sensação dicotómica de embarques e mergulhos.
Se leio Daniel Oliveira, sinto-me a embarcar - regressar? - para o futuro. Habituado à sua inteligente lucidez e perspectivas do viver colectivo de um Povo tão maltratado nos últimos tempos, sempre que a sua agulha aponta para Alvalade, aí vou eu, quase de olhos fechados, beber a água límpida e transparente da sua fonte leonina, com que me identifico ao pormenor. O texto que publiquei acima, será  um dos sucessivos exemplos com que nos brindou.
Se leio outros, e entre eles, alguns mais mal amanhados de Carlos Barbosa da Cruz, tendo o último "Canto do Morais" como exemplo, sinto-me a mergulhar - regressar? - num passado que não desejo nem quero sequer relembrar. Desejarei sempre preservar os valores que recebemos de herança. Jamais rever-me em processos que quase nos destruíram.

Leoninamente,
Até à próxima

6 comentários:

  1. Tendemos a elevar aqueles que comungam das nossas ideias e ideais, assim como o contrario.
    Costumo ler e analisar sem preconceitos.
    A cronica do Daniel Oliveira é um lugar comum nos dias que hoje se vivem em Alvalade.
    Já a cronica do Carlos Barbosa da Cruz é uma resposta a uma entrevista do Drº Daniel Sampaio.
    Onde este responde a outro consócio.
    Enfim. Uma coisa deprimente que o SCP bem dispensava.
    Contudo não deixo de concordar com aquela coisa dos Viscondes.
    Quem faz afirmações desta indole não percebe nada do que é foi e será o SCP.
    O Sporting foi sempre meu e eu não sou Visconde, filho de Visconde ou neto de Visconde.
    Talvez os que dantes abominavam este tipo de coisas julguem que é tempo de expulsar os Viscondes.
    Eu acredito num Sporting de pobres, ricos, brancos, pretos, catolicos, muçulmanos, etc.
    Para mim cabemos todos no mesmo clube.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro "Verde CDV",

      Naturalmente que existirão diferenças de apreciação, entre aquilo que retirei das crónicas dos dois sportinguistas em apreço e aquilo que o caro terá retirado. Isso sempre foi e continuará a ser salutar.
      A razão fundamental que presidiu à criação e existência deste blog, foi e continua a ser, o desejo de contribuir para a elevação e consolidação do pensamento leonino, em vertentes tão distintas, entre outras, como o "fair-play", coexistência e respeito pelos adversários, rigor e realismo do dirigismo próprio... E apesar do lugar comum que a crónica de Daniel Oliveira possa fazer supor, conterá na minha opinião, avisos importantes no delicado momento actual e imediato, que o universo leonino deverá ter em conta. Se, ao contrário do que penso, a sua inocuidade se vier a verificar, tenho a convicção de que mal não trará ao mundo. Porque o mundo sportinguista não será com certeza composto apenas por privilegiados na concepção do quotidiano que nos envolve. Penso que serão em número bastante superior os simples, os práticos e aqueles para quem o pão é pão e o queijo será sempre queijo.
      Já sobre a crónica de Carlos Barbosa da Cruz, a análise será diferente, como até o caro reconhece. A perspectiva que a crónica exibe, no meu modesto entender, será exactamente a antítese do que o meu caro "Verde CDV" tão bem exprime nos seus dois últimos parágrafos. Quem não quer ser lobo, que não lhe vista a pele. Pese embora, perfumada com "colónias" caras e roupagens nobres, a pele que CBdC vestiu, nunca deixará de pertencer à origem. Pelo menos para mim!...

      Eliminar
  2. Gosto deste blog em particular,´revejo-me na maioria dos posts do álamo que desde já saúdo.
    Gostei também do comentário do verde CDV com o qual concordo,porque gosto de pessoas lúcidas,chega de divisões,somos todos Sporting Clube de Portugal!!!!Abraço SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Correspondendo à gentileza da saudação de João Machado, aqui deixo a minha sincera e grata retribuição.
      Sobre o fim imperioso de divisões estéreis e injustificadas, no sentido de um glorioso regresso ao seu lugar de sempre, do Sporting Clube de Portugal, direi que estamos exactamente no mesmo lugar da barricada: chega!...

      Eliminar
  3. E isso caro Álamo... É preciso re-fundar o futuro... dentro dos moldes da data original e com tudo o que teve na mente dos seus percursores... Seria como que fazer 'undo's' consecutivos até limparmos o que de mal se nos atravessou no caminho... "beber a água límpida e transparente" da fonte original...!!!

    São palavras de "re-confiança" de "re-sportinguização"...

    Como que por coincidência... (permite-me a vaidade e o off-topic) vou no próximo sábado receber a minha primeira condecoração leonina ao receber o meu emblema de 25 anos de associado...

    Estou orgulhoso, mas acima de tudo tento identificar, imaginar, sonhar..., neste solene e singelo acto, uma crença renascida... um novo e sentido destino que não pode ser acaso de um simples calendário... Obviamente é a minha visão muito pessoal (eventualente compartilhada por outros consócios que estejam na mesma situação)... mas do alto da minha 'crente agnosticidade' "...vou pregar para que seja feita a minha vontade..."

    SL

    ResponderEliminar
  4. Como eu te invejo, ZE!... Levas-me cinco de avanço, caro amigo! Mas quero viver para lá chegar. Pode soar a banalidade, coisa comum e de valor reduzido ou nulo. Eu, hei-de viver esse momento, com a dignidade e a alegria que sentes neste momento. Vive cada segundo da cerimónia, como só os que sentem a leoninidade como nós serão capazes. E que os "velhos do restelo" se riam ou roam de inveja, é lá com eles! Nós somos felizes assim e ponto final.
    Sobre a "re-sportinguização", apenas te digo: Sporting é esperança! Mas há muito tempo que eu não sentia em mim a esperança de hoje!...
    Eu não sou, por formação e convicções fortes, de endeusar seja quem for. Na política, como no desporto, ou noutra área qualquer. Estarei por isso sujeito a sofrer uma decepção, na aposta que fiz no Sporting de hoje. Mas enquanto vir o esforço, a dedicação e a devoção de Bruno de Carvalho, continuarei a acreditar que ele será capaz de levantar o Sporting do chão!...

    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE