quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Um único caminho: vitórias!...


Convocados de Jorge Silas para Paços de Ferreira
Wendel continua de fora; Ristovski chamado pela primeira vez

Jorge Silas convocou pela primeira vez Stefan Ristovski para um encontro da Liga NOS e o lateral direito leonino, que iniciou a temporada lesionado, poderá estrear-se frente ao Paços de Ferreira, na nona jornada, numa lista em que ficou ausente Rosier, que saiu do duelo com Vitória de Guimarães (3-1) com queixas físicas e não viajará com a equipa até Paços de Ferreira, tal como Rodrigo Fernandes e Gonzalo Plata, estes por opção.

Na antevisão da visita ao Paços de Ferreira, amanhã, às 19h45, entre outras matérias candentes da actualidade sportinguista, Jorge Silas abordou a necessidade de o Sporting manter a sua baliza fechada, num jogo que espera ser "difícil" frente a uma equipa que está ansiosa por sair do fundo da tabela classificativa:

Melhorar a defesa


"Quando chegámos a primeira preocupação foi ao nível defensivo e ainda está a ser. Os golos aqui pesam muito. Achamos que o melhor seria, e continua a ser, trabalhar a consistência defensiva. Dez golos sofridos por uma equipa que quer lutar pelo título é muito. Ainda não chegámos ao fim do primeiro terço do campeonato e já temos 10 golos sofridos... Vamos lutar com as mesma armas, com mais um ou dias de trabalho. Será um jogo difícil, o Paços de Ferreira tem 5 pontos, 4 deles conquistados em casa. Eles têm de começar a ganhar mais jogos, sabemos que têm mais esse 'problema'. Vão tentar a todo o custo vencer e nós também. A nossa próxima meta é os 17 pontos, temos ido jogo a jogo, mas agora nada mais nos interessa do que os 17 pontos. O Paços é equipa boa, bem orientada e que em casa cria problemas." 


Wendel

"Já sabem o que aconteceu. Wendel não matou ninguém, mas temos valores que importam cumprir. Vamos ver como reage. A única coisa que digo é que continuamos a acreditar nele. Não é minha intenção perdê-lo. Sou das pessoas que menos gostam desta situação que não foi criada por mim. Agimos de acordo com os interesses superiores do Sporting e não está fora de questão ele poder voltar, isso nunca me passou pela cabeça. É um jogador de enorme potencial que queremos ajudar, mas tem de querer ser ajudado."

Equipa B

Silas aplaude a decisão do Sporting de fazer regressar a equipa B. O treinador considera que os jogadores jovens terão mais margem para evoluir e assim progredirem até à equipa principal:

"O Sporting não devia ter acabado com a equipa B. O Pedro Mendes foi promovido pelo Leonel mas dei continuidade porque acho que tem características que nos podem ajudar muito. O Rodrigo fui eu, mas qualquer outro treinador teria apostado nele, pela sua qualidade. Há mais alguns jogadores nos Sub23 que num futuro próximo nos podem ajudar."


Jesé Rodríguez

"Ele já vinha a treinar bem e está a ficar com uma condição física importante. Não é qualquer jogador que joga no Real Madrid, no PSG ou até mesmo no Betis, do ano passado, que era uma equipa muito boa. Sabemos o jogador que temos. Tem muito potencial e o golo é fruto do trabalho dele. Vai continuar a ser opção, esteve a um nível bom. Se calhar ainda não consegue manter esse nível por 90 minutos, mas é um jogador que pode vir a ser muito importante para nós."

Gestão do esforço de Mathieu

"No dia em que ele sinta que não está bem não vamos correr riscos. É uma questão de diálogo, sei o que é isso, joguei aos 40, fazer três ou quatro jogos seguidos há maior risco de lesão. Vamos falando com ele. Tem-se portado como um jovem, ainda agora foi um dos melhores em campo. É porque está bem fisicamente."

Vietto ou Luiz Phellype 

"São todos importantes, depende das características do jogo e do adversário, não tenho preferências por nenhum em especial, prefiro ter jogadores diferentes no plantel, para depois poder ter mais opção de escolha."

Dependência de Bruno Fernandes

"É difícil perdermos a dependência do Bruno porque ele envolve-se muito em tudo. Mas não queremos perder isso. Ele é um jogador decisivo. Se tivermos mais gente para o ajudar, melhor. Mas claro que ele tem muito peso no nosso jogo, é um dos melhores em Portugal e não aproveitar um jogador desses seria absurdo".

Alterações no onze

"Temos muitos jogos seguidos, não podemos pensar só no Paços, temos o Tondela poucos dias depois, a seguir o Rosenborg... Isto obriga a ajustes e descanso para alguns atletas. É provável que possam existir mudanças a pensar nisso, depende da resposta que tivermos ao nível físico dos jogadores."
(Excertos vários hoje publicados pelo jornal Record)


Um único caminho: vitórias!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Publicar um comentário

PUBLICIDADE