quarta-feira, 2 de outubro de 2019

No final do seu mandato, avaliarei o seu trabalho!...


Com o devido respeito que me merecem as diferentes opiniões dos sportinguistas que ultimamente têm vindo a terreiro defender a realização de eleições no Sporting, sejam elas a médio, curto, ou mesmo curtíssimo prazo, que o mesmo será dizer já, permitam-me todos esses caros consócios, com a agressiva e leonina frontalidade a que ao longo dos últimos oito anos e meio, habituei todos aqueles que me têm dado o privilégio das suas visitas desde que escancarei esta porta de leoninidade, tenham juízo! Mas tenham juízo todos! Desde os chacais a quem o cheiro da carne fresca faz perder o tino, aos que sonham com as migalhas que da mesa possam vir a cair-lhes nas mãos ou nos bolsos da indignidade que sustenta a sua razão de viver!...   

Porque entendo que será preciso existir em cada um desses 'arquitectos do caos', uma tão grande dose de uma explosiva mistura, em que se degladiem, confundam e ao mesmo tempo sejam capazes de se dissolverem num único e homogénio fluido, visões e interesses tão antagónicos entre si e tão perversamente nocivos ao Sporting Clube de Portugal, para que sequer permitam que as suas mentes possam albergar as sementes de algo que o mais modesto e humilde amor ao Clube deveria proibir!

Porque entendo não ser possível ao Sporting, aqui, agora e nas circunstâncias em que se viu e ainda se vê envolvido o Clube, resistir a um novo processo como aquele todos nós nos vimos obrigados a ultrapassar no malfadado ano de 2018, desde 15 de Maio até à investidura do actual Conselho Directivo.

Nunca nenhum governo, sejam quais forem o tempo e a vertente que imaginar se possam, terá sido capaz de fazer tudo bem feito, ou sequer aproximar-se da perfeição, essa perfeição que hoje norteará os apressados e suspeitos desígnios desses famigerados "arquitectos do caos", que apenas nos sugerem meras, pérfidas e egoístas imitações dos cogumelos das primeiras chuvas...

Frederico Varandas e os seus pares, terão cometido alguns erros neste seu primeiro ano de mandato? Tenho estado entre aqueles que o reconhecem, frontalmente e sem tergiversar. Erros que decorrem das suas imperfeições e falibilidade, comuns, refira-se, a qualquer de nós. Que atire a primeira pedra aquele que se julgar perfeito e infalível. Até o nosso "eterno presidente João Rocha" os terá cometido!...

Mas haverá algo que me leva hoje, aqui e agora, a verberar com veemência, os novos e recorrentes "arautos da arquitectura do caos": Frederico Varandas e a sua gente, nunca me envergonharam como sportinguista! Nunca me cobriram de vergonha como a que senti em passado ainda não muito distante!...

No final do seu mandato, avaliarei o seu trabalho!...

Leoninamente,
Até à próxima

8 comentários:

  1. A vergonha que sinto hoje é diferente da que senti durante os últimos meses da anterior direcção, sem dúvida.

    Neste momento tenho vergonha de sermos novamente a chacota dos nossos adversários. Tenho vergonha de nos termos entregue ao Mendes. Tenho vergonha de ir no 4o treinador está época (ou é o 5o?). Enfim, tenho vergonha do estado do clube, e não lhe auguro melhor futuro nem neste nem nos próximos anos.

    Quanto à vergonha que senti durante a última direcção, certamente alguma parte é culpa dos excessos de BdC, mas a maior vergonha que sinto foi o modo como a maioria dos sócios e adeptos foram completamente papados pela comunicação social e afins. Engoliram tudo com gosto, sem considerar que estávamos a jogar o jogo dos adversários.

    Duas vergonhas sem igual, e diferentes entre si. Entrego o destino do clube às mãos dos sócios. Certamente saberão melhor que eu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Admito sem discussão que cada um tenha o seu próprio conceito de vergonha, eventualmente diferente de outros.

      A mim, por exemplo, não me envergonha nada a "chacota dos adversários". Nem que a SAD tenha entendido por bem e na defesa dos seus interesses, restabelecer relações com Jorge Mendes. Muito menos que Peseiro e Keizer tenham sido despedidos. Mas respeito e aceito a posição de quem não pensar como eu penso.

      Sobre "outras vergonhas" aí confesso o meu acordo. Foi demasiado frustrante para o 'orgulho sportinguista', muito particularmente para quem entregou, por puro idealismo e por três vezes, repito três vezes, os seus - muitos - votos ao projecto...

      Finalmente sobre "o destino do clube nas mãos dos sócios", hoje e sempre, inteiramente de acordo! O "saber de um colectivo" estará sempre acima do "saber de cada um"!...

      Obrigado pelo comentário.

      Eliminar
  2. Isto não são erros pontuais, isto é incompetência pura e dura! Isto é o Clube entregue a amadores imberbes e completamente impreparados!! Isto é o Clube alvo de chacota pública e, peço desculpa, completamente justificada!! O Presidente é um completo ZERO em termos de comunicação e que cada vez que fala expõe o Sporting ao ridículo (a rábula do treinador que diz que o SCP é um Clube de malucos devia constar de um manual de más práticas de comunicação e é a imagem de marca de um presidente que não está bem da cabeça)e que não melhora, nem quer melhorar!!
    Nem vou falar das "fantásticas" contratações de um cantor de RAP que só o Varandas considera ser uma avançado-centro, de outro Diaby e de um grande jogador brasileiro que nunca ninguém viu e vem lesionado!! Está óptimo!!
    A manutenção daquelas duas inutilidades que gerem(?) o futebol do Clube não é uma estupidez e uma teimosia imbecil da Direcção??
    O caro Álamo não quer eleições antecipadas?' Está no seu pleno direito, mas, tal como o meu caro consórcio diz, eu também com toda a frontalidade que gosto de ter lhe digo; Apoiar a manutenção desta gente à frente dos destinos do nosso Clube é criminoso e é, digo-lhe já, o desejo partilhado por toda a lampionagem!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parece existir uma grande confusão na cabeça do caro consócio, supostamente Rinaudo: neste postal, que fique bem claro, em nenhum momento apoiei a manutenção de "quem se encontra à frente dos destinos do nosso Clube"! Não votei na lista vencedora e jamais me moverão interesses estranhos ao Sporting. Porém, o tempo de o Sporting ser governado através das redes sociais, ou através de tarjas panfletárias em arruadas ou nas bancadas de qualquer estádio, mesmo que seja em Alvalade, julgo que terá acabado, e bem, definitivamente. "Quem se encontra à frente dos destinos do nosso Clube" foi eleito democraticamente e apenas deverá sair, a meu ver, em três únicas e simples situações:
      i) - por caducidade do mandato
      ii) - por apresentar o seu pedido de demissão
      iii) - por imposição dos sócios, em rigorosa conformidade com o que estabelecem os estatutos.
      Remato devolvendo-lhe, com toda a minha leonina gentileza, o subreptício título de "criminoso", afirmando-lhe o meu mais profundo desprezo por qualquer desejo que a "lampionagem" possa ou não partilhar! Envergornhar-me-ia se algum dia um dirigente, sócio ou adepto do Sporting, ousasse sequer admitir, adoptar pensamento diferente do que sente este 'velho leão'!...


      Eliminar
    2. Meu caro (supostamente) Álamo, confesso não saber de cor os estatutos do Clube, mas, elucide-me por favor, não há uma alínea qualquer que preveja a destituição da Direção por gestão danosa??? Ou por gestão absolutamente incompetente, onde não haverá intencionalidade de causar dano, mas que cause esse mesmo dano por falta de jeito ou suprema incompetência!!
      Veja, eu não digo que esta gente faça a porcaria que faz por mal, simplesmente são uns ineptos e uns tolos!!
      Quanto à parte do "criminoso", eu não o chamei de criminoso, longe disso, posso normalmente não concordar consigo, mas acredito que, embora na minha perspectiva, muitas vezes errado, o caro Álamo é bem intencionado!! O que eu acho e reafirmo, é que é um erro monumental, estarmos a manter uma Direção que é manifestamente incompetente para o cargo que ocupa!!

      Eliminar
    3. Meu caro e suposto Rinaudo, permita que lhe diga que o seu desconhecimento dos estatutos do Clube que afirma fazer parte dos seus afectos, jamais lhe deveria permitir proferir as graves acusações que faz, pelo menos aos Conselhos Directivo e Fiscal e Disciplinar desse Clube, à Assembleia Geral de Accionistas da Sporting Futebol SAD e à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

      Ao longo do primeiro ano de mandato de Frederico Varandas e seus pares, todos esses organismos, por força dos estatutos que desconhece e da lei geral do país que somos, que por maioria de razão desconhecerá ainda mais, tiveram de analisar detalhada e profundamente toda a vida do Clube e da SAD nas mais variadas vertentes - económica, financeira e gestão corrente - e, em todas essas instâncias, se algo de ilegal ou "criminoso" fosse detectado, o Conselho Directivo e a Administração da SAD, incorreriam na cessação imediata das suas funções e o PMAG do Sporting Clube de Portugal ver-se-ia obrigado por lei a convocar novas eleições. Nada disso até agora ocorreu e por isso todos os corpos sociais eleitos há um ano continuam legitima e legalmente no seu posto.

      Mas há um ponto importante nos estatutos, que referi no ponto iii) da resposta anterior, que poderá fazer cair quaisquer corpos sociais. Da mesma forma que Bruno de Carvalho foi destituído e expulso, caindo também todos quantos o acompanhavam, Frederico Varandas poderá também vir a sê-lo, com um processo exactamente igual, que naturalmente terminaria numa Assembleia Geral e seriam os sócios do Sporting a ter nas mãos essa soberana, inalienável e intransmissível decisão.

      Volto a repetir que as acusações que o caro Rinaudo tem vindo a fazer nos seus comentários, são graves, pelo facto de, sem provas e apenas baseado em atoardas que eventualmente lhe cheguem de fontes tão credíveis quanto a sua opinião, poderão constituir razões mais do que suficientes para que o Sporting CP, Sporting SAD ou CMVM, lhe movam acções judiciais que naturalmente o caro perderia nos tribunais, porque jamais provaria o que tem vindo a dizer.

      Mas não andarei muito longe se disser que o caro Rinaudo não terá a mínima noção das atoardas que, demagogicamente, vem para aqui atirar ao vento. Atribuirei esse facto à possibilidade da sua juventude, cultura ou impreparação lhe determinarem tamanha superficialidade, má e alienada intenção, decorrente de decepções recentes. Mas nem eu e muito menos o Sporting Clube de Portugal, teremos quaisquer culpas das suas frustrações e da revolta e ódio que elas em si geraram.

      Termino recordando-lhe que o "pão é pão e o queijo é queijo"! Deixe-se de odiar e inventar alimento para o seu ódio! Poderá eventualmente vir a arrepender-se, como o 'outro' se arrependeu: exactamente em momento que já não lhe seja possível voltar atrás...

      Eliminar
  3. Eu volto a repetir para ver se o caro ÁLAMO ENTENDE!! Eu não disse nunca que o Conselho Directivo cometeu alguma ilegalidade no que toca à gestão do Clube!! Não o acredito, como não acredito que Godinho Lopes ou BdC O FIZERAM!!
    Erros graves?' Sim!! Mas erros de planeamento e execução!! Como o foi toda a preparação desta época de futebol!! Consegue ver a diferença?? Não tem nada a ver com a honorabilidade das pessoas em questão, tem a ver com sua competência ou falta dela!!
    É a minha opinião e que eu saiba, ela ainda é livre e consagrada pela Constituição!!
    Em relação ao último parágrafo; eu não alimento ódio a ninguém,!! Alguma antipatia, talvez!! E não faço tenções de agredir ou caluniar alguém na sua vida profissional ou pessoal!! Limito-me a avaliar, os resultados da parte do seu trabalho que posso avaliar, como seja a situação do futebol do Clube!! Está entendido ou ainda não???

    ResponderEliminar
  4. Já agora, se é a expressão; " Apoiar a manutenção desta gente à frente dos destinos do nosso Clube é criminoso..."que o incomoda, pode substituir por; Apoiar a manutenção destes senhores à frente do nosso Clube é um erro que pagaremos caro!!!
    Serve perfeitamente e até se coaduna melhor, uma vez que conforme lhe expliquei, nem o considerei nunca a si, nem a ninguém da Direção, criminoso! Nem o faria sem provas, por duas razões; não sou maluco e não sou rico para andar a pagar indemnizações!! Incompetentes, sim!!

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE