domingo, 27 de outubro de 2019

Em frente Presidente, o Sporting é nosso outra vez!...


Frederico Varandas esteve em cinco reuniões com as claques do Sporting

Presidente manteve a via do diálogo aberta durante 13 meses. Incidentes graves precipitaram corte

«A ruptura com as claques Juventude Leonina e Directivo Ultras XXI começou a desenhar-se logo após a tomada de posse de Frederico Varandas, em Setembro de 2018, mas até ao ponto de não retorno o presidente procurou esgotar todas as vias para uma convivência institucional normalizada. E tanto assim que, durante os primeiros 13 meses de mandato, Varandas participou pessoalmente em cinco reuniões com os grupos organizados de adeptos (GOA).

"Ajudem-me a ajudar-vos" foi uma das ideias que o presidente eleito tentou transmitir, repetidamente, nesses encontros, ele que também pertencera a uma claque. O momento, pós-ataque a Alcochete, era ainda de grandes pressões para que o corte com os GOA, nomeadamente com a Juve Leo, fosse imediato e pela raiz, mas Varandas preferiu o corte de regalias, desde logo das chamadas 'borlas' ou bilhetes gratuitos. O problema, então como hoje, nunca foram os GOA em si, mas as lideranças dos mesmos. Um exemplo dessa realidade foi a proposta da direcção para que os elementos das claques pudessem adquirir, individualmente, ao clube, uma Gamebox que englobasse tudo, por 120 euros, bastando para tal fazer prova de que eram sócios do Sporting e do respectivo GOA. Esta sugestão foi recusada. As claques preferiram comprar os lugares anuais e serem elas a vendê-los aos seus associados, decidindo o preço.

A via do diálogo fechou-se por completo após dois incidentes graves: a tentativa de invasão das garagens de Alvalade e o arremesso de pedras contra o carro do vogal Miguel Afonso. O receio de uma tragédia pior do que Alcochete fez soar os alarmes.
(Bernardo Ribeiro,Ricardo Granada e Vítor Almeida Gonçalves, in Record, hoje às 06:45)

Ainda haverá por aí hoje, quem se lembre de exigir mais paciência e diálogo a Frederico Varandas! Como se reuniões consecutivas de duas em duas semanas não fossem suficientes para encontrar o consenso e a harmonia dentro do Sporting! Mas o problema estão todos os sportinguistas fartos de saber qual é!!!...

Em frente Presidente, o Sporting é nosso outra vez!...

Leoninamente,
Até à próxima

5 comentários:

  1. Aproveitar a oportunidade para dar um fim às claques, estas não fazem falta nenhuma.O governo tem que assumir as responsabilidades. Costa não perde uma oportunidade de aparecer nas fotografias quando há vitórias , agora tem um assunto grave transversal à sociedade portuguesa em mãos. Não pode assobiar.

    ResponderEliminar
  2. Correia 27/10/2019 18ho8
    Afinal é mais fácil apanhar um mentiroso que um coxo. Então com esta direcção não havia diálogo. Ficamos a saber que as claques queriam impor as regras do jogo. Impossível. A torneira da mama fechou. FPF. Liga e Governo, assim como as autoridades, uma vez por todas, tomem uma posição de força. para de uma vez por todas, se acabar com ordinários, arruaceiros, vândalos, delinquentes e selvagens, para bem do desporto e sociedade. Sporting sempre

    ResponderEliminar
  3. Só relembrar que desde que existe claques no clube, o Sporting só ganhou 4 campeonatos.

    ResponderEliminar
  4. "Em frente Presidente, o Sporting é nosso outra vez!"

    👍

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De Correia 28/10/2019
      Uma vez por todas as autoridades e governo tenham mão de ferro em relação a estes ordinários, arruaceiros e selvagens. Atenção às redes sociais com as ameaças. Aconteceu o ataque selvagem à Academia e segundo consta podia ter ocorrido em menor dimensão na garagem e pavilhão. O que aconteceu na Academia foi uma coisa sem importância. SL

      Eliminar

PUBLICIDADE