terça-feira, 8 de outubro de 2019

Deixem jogar o "mantorras"!...



Restruturação financeira do Sporting quase fechada: Varandas limpa 100 M€ em dívida

Redução dos cerca de 362 M€ de passivo bancário poderá atingir valores superiores, dependendo ainda dos acertos que estão a ser feitos. Terceira entidade, a Apollo, deverá fazer a intermediação

Segundo avançou esta manhã o jornal O Jogo, o Sporting estará a ultimar o acordo de renegociação da dívida bancária com as entidades financiadoras da sociedade e do clube - Banco Comercial Português e Novo Banco - pelo que tudo aponta para que o elenco liderado por Frederico Varandas venha a conseguir uma significativa redução da dívida, cujo valor se situará num intervalo entre os 100 e os 130 Milhões de euros, podendo mesmo este tão esperado anúncio vir a ser divulgado antes da próxima AG, marcada para esta quinta-feira.

ADENDA

Segundo o que algumas horas depois veio a ser complementado pelo site de desporto  Sapo ...

«... Aproveitando a conjuntura internacional, em que os bancos, devido às imposições da União Europeia, têm de se libertar da dívida acumulada, as bases do acordo deverão passar por uma terceira entidade, no caso o fundo Apollo, que assumirá parte dos créditos libertados pela banca.

Os 'leões', recorde-se, devem ao todo cerca de 362 milhões ao BCP e ao Novo Banco, divididos entre VMOC - Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis (135 milhões) -, empréstimos e financiamentos (154) e dívida do clube (73).

Perante esse montante, os bancos vão ceder o mesmo a uma terceira entidade, encaixando um valor entre 200 e 220 milhões de euros, enquanto o Sporting reduz a verba em dívida entre 100 e 130 milhões de euros, ainda que pelo meio haja sempre cursos inerentes à intermediação e participação do fundo de investimento na operação.

O acordo está a ser conduzido pelo vice da SAD do Sporting, Francisco Salgado Zenha, e prevê ainda um perdão de 94,5 milhões de euros com a cedência das VMOC, um acordo que já tinha sido iniciado pelo direcção de Bruno de Carvalho e que foi concluído pela actual direcção.

A SAD dos 'leões' vai ter de pagar cerca de 40,5 milhões de euros ao BCP e ao Novo Banco para reaver esses Valores Mobiliários Obrigatoriamente Convertíveis. Na altura, o Sporting recebeu cerca de 135 milhões.» 

Deixem jogar o "mantorras"!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Enviar um comentário

PUBLICIDADE