quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Parece não haver "vacina" para o "vírus do bem-bom"!...


O guarda-redes Renan Ribeiro é um dos jogadores excedentários do Sporting, mas não parecem existir, nesta altura, soluções de mercado à vista. O brasileiro aparenta estar apenas focado em cumprir o contrato com os leões, que se estende até final de Junho de 2023, muito dificilmente sairá até ao fim da presente temporada e mesmo depois, o guardião só aceitará  transferir-se para um clube que ofereça condições semelhantes às que tem actualmente de leão ao peito, em particular no que respeita ao salário principesco que aufere.

O caso do guardião brasileiro não é, porém, único no reino do leão. Ainda há dois defesas-laterais com colocação para descobrir: Bruno Gaspar (contrato até 06/2023) e Lumor (contrato até 06/2022). Por fim, falta Bruno Paulista (contrato até final desta época), médio que nunca vingou com a camisola verde e branca, resolver o futuro e dar um novo destino à carreira, recheada de decepções, lesões e empréstimos.

Casos de muito difícil solução perante os quais os responsáveis leoninos, por mais esforços que tenham vindo a desenvolver, se têm mostrado literalmente impotentes...

Parece não haver "vacina" para o "vírus do bem-bom"!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Publicar um comentário

PUBLICIDADE