quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

"Mereces, meu Capitão"!...


Este "print screen" é especialmente dedicado ao grande amigo e leão dos sete costados, "Liondamaia", a quem só não chamo capitão, por respeito a Sebastian Coates...

"Mereces, meu Capitão"!... 

Leoninamente,
Até à próxima

P.S. - Simplesmente comovente a alegria dos putos leões a correrem para abraçar o "seu Capitão"! "O Captain! My Captain!"!!!...

4 comentários:

  1. Deixam-me "babado" as suas palavras, amigo, palavras que faço e farei por merecer mas que, em boa verdade, são exageradas. Um grande abraço de agradecimento, pelo que diz e pelo printscreen do nosso, esse sim e muito merecidamente, nosso Capitão (quando "cheguei" a Tenente (Miliciano), mandaram-me para casa)
    Sobre Coates: uma pessoa como ele é fundamental ao lado da nossa miudagem.
    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O amigo ainda chegou a tenente, eu não passei de sub-tenente lá na "briosa armada" onde fiz o então chamado CFORM, dividido entre Vale de Zebro e Alfeite, miliciano também. E somos nós, os tenentezecos milicianos, os que mais valor saberemos dar a um verdadeiro Capitão como o Sebastian, saberá muito bem o meu amigo, por algo muito simples e que por lá aprendemos: disciplina! Os nossos putos nem sabem, nem sonham, o quão gratos lhe deverão estar!...
      SL

      Eliminar
  2. Viva sr Álamo. Leoninamente sempre foi o meu espaço de reflexão sportinguista. Muitas vezes não partilhei do seu pensamento. Nessas situações sempre optei pelo silêncio. Mesmo discordando valorizei sempre a sua coragem e determinação na defesa do que o senhor pensava ser o melhos para o nosso SPORTING. Este meu desabafo é devido ao facto de eu tomar conhecimento neste seu post da sua passagem pela briosa.já rwformado também servi a Marinha de Guerra Portuguesa por mais de trinta anos.Se calhar até nos cruzámos nos distantes anos setenta no corpo de fuzileiros ou na Base Naval.
    Forte abraço filho da escola.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande abraço camarada! De facto estive quatro meses a 'levar no pelo' em Vale de Zebro, corria o Verão do ano de 1968, com breve passagem intercalar pelo Alfeite, a bordo do antigo navio escola Santo André, creio que já abatido. Como aluno da Escola Náutica era obrigado a fazer o CFORM - Curso de Formação de Oficiais da Reserva Marítima - findo o qual passei à disponibilidade com a graduação de Sub-Tenente.
      Guardo uma saudade imensa do severo treino militar ali ministrado, das gloriosas "pistas de lodo" e do rigor e disciplina impostos a todos nós, imberbes e ingénuos cadetes. Tempos que não voltam mais, mas que guardarei para sempre no meu coração...
      Dirigia na altura a Escola de Fuzileiros, uma figura bem conhecida, Alpoim Galvão e recordo que o responsável pelo meu curso era o então Primeiro-Tenente Martinho, sendo que nas brumas da minha memória ainda recordo os instrutores Segundos-Tenentes Cabrita e Barbieri e o sargento Gaudêncio...
      Forte abraço meu amigo "filho da escola" e Leão.

      Eliminar

PUBLICIDADE