domingo, 28 de fevereiro de 2021

O Leão ficou claramente mais perto!...


Sporting saiu por cima e jogou como quis

«Sérgio disse que era fácil desmontar a equipa do Sporting e demonstrou ter a lição bem estudada. Mas quem comandou os ritmos foram os de Alvalade, que abandonam o Dragão com os mesmos 10 pontos de vantagem sobre o FC Porto.

Comandar o campeonato como tem feito e passar incólume no maior dos testes à liderança até ao momento não é para todos. O trabalho de Rúben Amorim em Alvalade é digno dos maiores elogios. E por muito que não assuma a candidatura, não há certamente nenhum adepto sportinguista que não seja obrigado a acreditar que este ano pode mesmo ser.

A personalidade com que o Sporting jogou tendo no relvado sete jogadores sub-23 é impressionante. Diz muito sobre a qualidade da formação e alguns achados como Porro, mas também da confiança que lhes é dada por um treinador que não olha, mas não olha mesmo, a bilhetes de identidade.

Esperava um FC Porto mais próximo do que fez nos dois jogos em Braga, onde foi muito superior até às expulsões. Gostei francamente dos dragões aí e também frente à Juventus. Ontem, para impor a primeira derrota na Liga aos leões era preciso uma exibição semelhante. Talvez seja verdade o que diz Sérgio, que a equipa quis mais ganhar, mas quem impôs os ritmos foi o Sporting. Com uma primeira parte morna e uma segunda em que se soltou. Os portistas tiveram mais oportunidades, mas soube a pouco para quem queria virar o tabuleiro. Demasiado pouco, diria. O leão não pode mesmo festejar ainda, mas ficou claramente mais perto.

Quintana. Era impossível não pensar no fantástico guarda-redes do FC Porto. Destaque à bonita homenagem portista a um dos seus

João Pinheiro. Passa com distinção num teste complicadíssimo. Foi corajoso, impôs respeito e não falhou em nenhuma decisão importante. Somou pontos

Notas de rodapé

3 - Palhinha, Coates e João Mário foram enormes no Dragão. Caso se sagre campeão, vai ser difícil a quem escrever a história deste leão não falar muito neles. Há mais? Sim, curiosamente quase todos, mas estes ontem foram vitais.


2 - Santa Clara com público? Entendo a Liga. E faz-se lá fora. Mas discordo. Em absoluto. Desvirtua a verdade desportiva. Em casa têm a ajuda do público e fora o conforto das bancadas vazias. Os outros não são mais fortes ao lado dos seus? Mal.


1 - Comunicar a vinda de árbitros estrangeiros para Portugal no dia do jogo do título é de uma insensatez atroz. Fazê-lo sem falar com a APAF ainda pior. João Pinheiro e Artur Soares Dias não precisavam disto antes do clássico. Muito mau.»

O Leão ficou claramente mais perto!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Como dizia e bem ontem Rúben Amorim bastava ao SC Braga ganhar hoje que ficávamos 1 ponto mais longe do objectivo, do que estávamos no início desta jornada. Passámos a ter o segundo classificado a 9 pontos, quando antes estava a 10. Afirmação precipitada. O SC Braga é uma equipa muito forte do nosso campeonato, tão ou mais temível do que os actuais FCP e SLB. O Sporting tem de querer ganhar mais do que todos os outros. Jogo a jogo, em todos os jogos. Só assim conseguirá o sucesso que tanto queremos ver concretizado. SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordarei com a análise. Sem dúvida que a situação do Sporting na tabela classificativa não terá melhorado nesta 21ª jornada. Porém o actual segundo classificado também terá as suas preocupações e a sua vida não será propriamente um mar de rosas, nem a sua "fortaleza" será tão inexpugnável quanto a CS tem deleite em fazer crer. Ainda ontem o Nacional não chegou ao empate por "nadica de nada"! Na nova situação, o Sporting se quiser ser campeão terá de amealhar até final 31 pontos. E essa meta, sem euforias, em 13 jornadas, parece-me perfeitamente alcançável. SL

      Eliminar

PUBLICIDADE