quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Estará agora o Sporting vacinado para o futuro?!...



Reportam hoje vários OCS que August Stana Frobenius, jovem promessa norueguesa, defesa-central de 16 anos, terá assinado pelo Sporting um contrato de profissional, depois de se ter sagrado campeão de Sub16 no seu país, pelo Stabaek.

O jovem polivalente defesa, que também pode actuar na lateral direita, vem reforçar a equipa leonina de juvenis, orientada por João Vargas, depois de ter passado anteriormente, em concreto em 2015, por um período de testes na Academia, tendo na altura acabado por não ficar.

Na Academia Sporting, irá reencontrar Nicolai Skoglund, avançado noruguês e companheiro de selecção, também ele jogador dos juvenis leoninos.

Ao meditar sobre esta notícia, não pude evitar que me viesse à memória uma curiosa chamada publicitária de uma renomada empresa de óptica, que ultimamente vem inundando as páginas, particularmente online, dos nossos jornais desportivos...


Condução: perigo está em não reconhecer que se vê mal


Em campo completamente diferente e abordando agora a formação de potenciais jovens talentos do futebol, quer-me parecer, salvo melhor opinião, que a 'acuidade visual' evidenciada de há muito pelo Sporting no que aos miúdos estrangeiros que passaram pela nossa Academia, muito particularmente dirá respeito, se tem revelado, bem mais do que um perigo: um verdadeiro desastre! E nem será própriamente pelo facto de ter falhado a nossa acção formativa, com a Academia Sporting apontada internacionalmente como uma das melhores do mundo, com factos concretos e sem que tenha a suportá-la qualquer campanha promocional em que será fértil, useiro e vezeiro um nosso invejoso rival. O(s) desastre(s) tem acontecido, quase invariavelmente, quando, concluída a formação e nós constatamos que o talento exponenciado na Academia, se nos escapa quase sem contrapartidas, por entre os dedos como areia seca, sem que, no mínimo, sejam sequer salvaguardados os elevadíssimos custos da formação por nós ministrada...

Para não deixar por aqui um tão desagradável quanto extenso repertório, lembrarei apenas, Eric Dier, Ryan Gauld e Merih Demiral. Torna-se por isso mesmo, demasiado atractivo, ou mesmo sedutor, o ingresso de um qualquer potencial interessado na Academia Sporting, especialmente se for estrangeiro, por duas razões fundamentais, que outras haverá porventura:

1 - Custo zero de toda a formação, pela completa ausência da obrigatoriedade de pagamento de propinas, numa escola de nível, obviamente superior;

2 - Extrema facilidade de encontrar argumentos, terminada a formação, para o abandono do Clube, que apenas estará protegido pelos ridículos números instituídos pela FIFA e pela UEFA, de compensação pela formação.  

Estará agora o Sporting vacinado para o futuro?!...

Leoninamente,
Até à próxima 

PS: Vermelhuscos, viúvas e orfãos escusam de se dar a tanto e insano trabalho, porque o destino dos vossos comentários será, óbvia e invariavelmente, o caixote do lixo.

Sem comentários:

Publicar um comentário

PUBLICIDADE