segunda-feira, 19 de agosto de 2019

De braço dado com o sarcasmo!...




Depois do jogo de ontem à noite em Alvalade, terá ficado bastante difícil, senão mesmo impossível, falar a sério sobre o futebol do Sporting no presente momento. E os que o tentam, como por exemplo José Navarro de Andrade aqui fez, ou o Mestre de Cerimónias, carregado de boa vontade e pela enésima vez, por aqui teimou, decerto que pouco depois de publicarem os seus trabalhos, se terão arrependido, especialmente e na eventualidade de terem tido a oportunidade de os poderem comparar com o que Gabriel Pedro terá entendido doar à comunidade 'blogosférica' leonina, o mesmo se podendo dizer deste pouco usual, curtíssimo e irónico contributo de José Duarte.

De facto, começa a ser muito difícil de levar a sério o 'Sporting de Marcel Keizer', mesmo que Frederico Varandas continue - e só ele saberá porquê! -, a recusar tirar-lhe o tapete. Restará aos sportinguistas, ainda que lhes possa custar os olhos da cara e mesmo que vomitando, simultaneamente, o seu desprezo pelo entusiástico, prolixo e reles discurso dos 29%,  apenas o recurso à voluptuosidade da ironia, do sarcasmo!... 

Questionar-me-ão muitos sportinguistas sobre a honestidade de tal opção e da consequente carga dramática que possa vir a determinar. Decerto que todos os restantes sportinguistas em que também me incluo, lhes hão-de retorquir, pedindo-lhes um qualquer alvitre como alternativa. E, mais certo do que estarmos todos aqui e agora descoroçoados e tristes, a resposta será o silêncio! Infelizmente, para todos nós!...

A gente vai continuar, claro que vai! Nenhum sportinguista terá dúvidas mas, na falta de alternativas e sem poder para ir a outro qualquer lugar, por enquanto...

De braço dado com o sarcasmo!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Sempre existiram comentários desta jaez sobre todos os treinadores do Sporting. É só recuar no tempo e revê-los. Até L. Jardim, no fim da época, tinha aqueles detratores que diziam que o madeirense não era treinaddor para o Sporting! Diziam, os adeptos leoninos, na sua omnisciência sem paralelo, que o clube necessitava de um treinador mais ofensivo!... Querem é novos palhaços para animar o circo... Espero que o presidente resista à fragilidade emocional futebolística dos adeptos leoninos e não vá em cantigas que só adiam o futuro do clube. Os adeptos de bancada não têm capacidade técnica para aferir da capacidade dos treinadores, mesmo que pensem que têm grandes conhecimentos sobre esta matéria. Até agora, o saldo do trabalho de Keizer, tendo em conta os recursos disponíveis, é positivo. E o resto é um problema de ciclotemia crónica dos apaniguados verde e brancos. Emoção gera sentimento e sentimento gera comportamento... Espero que o comportamento instável dos sportinguistas não molde as decisões dos dirigentes, principalmente, neste ano tãoi importante para as finanças do clube.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O caro Helder Mestre fala e escreve, como se dominasse a matéria em discussão, quando o seu discurso não passará de uma repetição enfadonha de lugares comuns que há muito deixaram de ser utilizados e valorizados por aqueles a quem pouco lhes importam as aparências que parece privilegiar e fazer o centro do seu mundo! Já há muito deveria ter compreendido que os seus comentários muito pouco ou nada importarão para quem recusa comer gelados com a testa!...

      Eliminar
  2. O que o Helder Mestre quer, sei eu!!!! De vez em quando concordo com o caro Álamo!!

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE