quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Obrigado Rui Monteiro!...



Já terão passado uns bons anos sobre a oportunidade que terá ditado a imagem acima! Presumi então, a meias com os meus botões, que Rui Monteiro teria então atingido aquele estágio a partir do qual às qualidades de cada um apenas resta um caminho: refinar! No caso em apreço, eu que nem serei criatura de juras, permitam-me que qui jure hoje, se preciso for a pés juntos e mãos abertas, que os 50 lhe terão trazido um tal apuramento, que passei a desenvolver quase todos os meus esforços para não perder um único dos seus postais em "A Insustentável Leveza de Liedson"...

Depois do jogo de Tondela, da leitura de alguns comentários de "sportinguistas de onda" e, muito especialmente, da leitura que me será difícil de catalogar entre asco e contida comiseração leonina, do postal de Duarte Fonseca, "Efeito desfeito", publicado hoje em "És a Nossa Fé", confesso que fiquei em pulgas para ler o que Rui Monteiro teria para dizer mais sobre a matéria, depois de um primeiro texto,  que entendeu titular de "A derrota contra as hordas lideradas pelo Shaka Zulu das Beiras" e que, confesso, terá sido algo curto para os meus graus de exigência e expectativa...

Pois Rui Monteiro apenas me fez esperar um dia. De facto, hoje, em "Self-fulfilling prophecy", terá entendido presentear-nos(me), com algo que, na minha modesta ideia, estava a faltar na blogosfera leonina e que vivamente recomendo a todos os que, "leoninamente", por aqui passam!...

Obrigado Rui Monteiro!...

Leoninamente,
Até à próxima

P.S. - Tão óbvio como eu ser sportinguista, aqui declaro não ter qualquer procuração para assumir a defesa de Marcel Keizer, do mesmo modo que nunca vestirei a pele de "advogado do diabo" da grande maioria dos técnicos afinados pela "velha melodia"que Rui Monteiro designa e bem, a meu ver, por "Treinador Português".

5 comentários:

  1. Caro Álamo,

    Muito obrigado pela referência e, sobretudo, por me fazer recordar o dia que me ofereceram essa camisola. A malta que trabalha comigo sensibilizou-me muito. Seja como for, foi há uns anos e anda cá andamos os dois e esperando que continuemos de boa saúde.

    Quanto ao "post", acertou na "mouche". Comecei a ler umas coisas e percebi que os sportinguistas tinham engolido o anzol sem isco nem nada. Em concreto o "post" que refere pareceu-me de enorme desonestidade intelectual. Jogámos dez jogos, penso eu. Arrasámos em oito. Perdemos dois. Um relativamente equilibrado e que pode sempre acontecer, em Guimarães, e o de segunda-feira onde se passou o que se passou onde se faltou os jogadores do Tondela baterem na família também. Como é que se podem tirar essas conclusões perante os jogos que foram disputados?

    Um abraço,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elementar justiça, caríssimo Rui Monteiro. Um abraço também.

      Eliminar
  2. E obrigado a si por dar aqui o destaque ao que merede ser destacado!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apenas fiz, como sempre, o que o meu sportinguismo ordenou. Abraço e SL.

      Eliminar
  3. Meu caro, o post do inviduo que assina Duarte Fonseca é da maior vergonha, nojo, arrogância e despotismo convencido que sabe tudo de futebol.
    E quando respondi a esse pseudo sportinguista censurou-me o texto qual ditadorzeco de meia tijela, cujos tiques deve ter aprendido com o destituido. Mas estamos sempre a aprender, até com o nojo dos outros.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE