terça-feira, 4 de junho de 2013

Cacharolete de raciocínios fáceis...

O pinheiro que Paule Serge não quis !...
 
 
Há qualquer coisa que não bate certo nesta notícia. O Cercle Brugge tem sido de há longos anos, um feliz beneficiado com os empréstimos do Sporting Clube de Portugal. E que alguém ligado a esse clube venha agora junto da imprensa afirmar que, "... Antes, conhecíamos toda a gente que ocupava os cargos importantes. Agora, não conhecemos ninguém. A parceria já não funciona e não sabemos como reativá-la. Enviámos uma carta a convidar o novo presidente para o final da Taça mas nunca recebemos uma resposta. [...] Através do nosso último contacto em Lisboa vamos tentar falar com quem toma as decisões. Se soubermos quem é, apanho um avião para Portugal para ver o que conseguimos...", não cabe na cabeça de um menino de quatro anos! Ou então estará a fugir-lhes o terreno debaixo dos pés. Com esta atitude, muito provavelmente, estarão a eliminar completamente a hipótese de continuarem a beneficiar das "negociatas" anteriores. A esperteza saloia e a presunção, sempre causaram mais prejuízos que ganhos.
 
Por falar em esperteza saloia, aqui está mais uma caso, que quase redundava em prejuízos sérios para o protagonista. Estes sul-americanos, salvaguardadas honrosas excepções, sempre pautaram a sua conduta pela facilidade e ligeireza com que utilizam a sua demasiado afiada língua, que não conseguem conter no sítio onde lhes cabe o comer. Hábitos antigos e incapacidade para compreenderem que quando a chuva ameaça, se devem prevenir com o respectivo guarda-chuva.
 
Continuando na abordagem do raciocínio fácil, ou da esperteza saloia se preferirem, esta notícia também será elucidativa. Para não falar de um senhor judeu que por aí tem andado em práticas abusivas dos tais "raciocínios fáceis". Claro que os verdadeiros culpados da imagem que foi sendo criada por esse mundo de Cristo, sobre o clube de Alvalade, já não estão no Sporting. Mas a mais elementar regra negocial, deveria começar, por parte de todos aqueles que pretendam estabelecer negócios com o Sporting, pela identificação clara da personalidade de quem encarna o novo poder leonino.
 
Agora também me caberá a mim elaborar um raciocínio fácil: parece que tal como um vice-presidente vimaranense afirmou quando Amido Baldé assinou pelo V. Guimarães, que o jogador se preparava, depois de evoluir na cidade-berço, para partir para um "grande"!... Apesar de antigo campeão europeu, o Celtic não será propriamente o "grande" a que o tal vice-presidente pretendeu referir-se. Ou será que a desgraçada cláusula de salvaguarda dos direitos do Sporting, nessa famigerada transferência assinada por Godinho Lopes, com as percentagens que aqui constam e que nunca foram suficientemente esclarecidas, não enfermará de vícios semelhantes aos que deixaram o Sporting no "pau da roupa" com o "negócio de pacotilha" de João Moutinho?! Ou será que o Celtic de Glasgow passou de grande a "trampolim" e o rapaz acabará mesmo num grande, ali para as margens do Douro?! Bem pergunto ao vento, mas ele nada me diz. Talvez o tempo nos traga a resposta!...

Finalmente, termino com o mais elementar e fácil dos raciocínios: embora o Pinto da Costa vá ficar furioso comigo, aqui vos garanto, a pés juntos se for preciso, que o próximo treinador dos andrades, será... obviamente, PAULO FONSECA !!!... 
 
Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Publicar um comentário

PUBLICIDADE