quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Força Leoas, rumo à 1ª Divisão !...



Vão sendo conhecidos mais pormenores sobre a equipa feminina de basquetebol do Sporting Clube de Portugal, apresentada há dois dias em Alvalade, nomeadamente os anteriores clubes das atletas que optaram por envergar a gloriosa camisola verde e branca, bem como alguns dos dados pessoais de todas as basquetebolistas que constituirão o plantel para a nova época, conforme o quadro a seguir nos mostra.


Como refere o jornal A Bola na sua edição impressa de ontem, o novo técnico Luís Abreu, que veio de Carnide com novas ambições e conceitos, "... procuramos não desfazer a ideia de continuar a fazer uma aposta forte na formação. Vamos criar uma equipa competitiva para subir de divisão e queremos representar o Clube ao mais alto nível na modalidade.". Por sua vez, a nossa grande leoa e capitã Ana Cunha mostrou o seu regozijo pelo facto de a equipa constituir uma família e afirmou estar o "... Sporting a fazer uma aposta forte no basquetebol e que esta época estamos mais fortes para conseguirmos o que queremos.".

Enquanto o velho sonho leonino do Pavilhão João Rocha, não se concretizar, as basquetebolistas leoninas terão de andar com a casa às costas, repartindo treinos e jogos, entre os pavilhões do Inatel e da Escola Secundária do Lumiar. Mas o amor ao Sporting Clube de Portugal e ao basquetebol tudo suplantam.

Força Leoas, rumo à 1ª Divisão !...

Leoninamente,
Até á próxima

5 comentários:

  1. Era num destes pavilhões que tambem deveria jogar o Futsal Feminino, para trazer as modalidades para junto do estádio, ainda não é o ideal, mas a estrada da torre o a avenida rio de janeiro, sempre são mais perto que loures ou odivelas, existe muito mais facilidade de deslocação.

    F.S.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito que matérias com a que F.S. refere e outras, andarão no pensamento de Vicente Moura e, naturalmente, de Bruno de Carvalho. Mas acredito ainda mais que as coisas não estarão fáceis.

      O Pavilhão João Rocha acabaria com todas as nossas preocupações, mas, o Clube não poderá por enquanto abalançar-se a uma empresa tão difícil e onerosa! Teremos de ter muita paciência!...

      SL

      Eliminar
    2. o Inatel por acaso não sei os valores, mas por exemplo na escola secundária do lumiar joga o academico clube de ciencias futsal, um clube daquele bairro que suponho, como acontece com todos os clubes do genero não deve nadar em dinheiro, portanto esse pavilhão não deve ser onoroso. O andebol volta ao casal vistoso, que fica a 300/400 metros do métro e são apenas duas estações de distancia desde Alvalade. Temos o nosso multidesportivo para treinar, o EUL por exemplo para clubes não é caro. Julgo que para um clube da grandeza do Sporting, não seria um investimento por ai alem e o estadio Universitário dista apenas uma estação de metro de Alvalade e mesmo a pé pouco mais é de 1 KM, e por isso é que penso com o basquetebol feminino no lumiar, apé é cerca de 1 km de Alvalade, se conseguissemos por o futsal feminino no Estadio Universitário, não teriamos ainda o Pavilhão João Rocha, mas teriamos as modalidades para já à porta do Estadio de Alvalade.

      F.S.

      Eliminar
    3. Quem sabe se o apelo de F.S. não será ouvido e devidamente considerado?!...

      SL

      Eliminar
  2. E os sócios e adeptos não têm uma palavra a dizer? Podemos e devemos ser chamados a contribuir. O Pavilhão, junto ao Estádio, é essencial ao nosso clube. Espero e desejo que BdC mobilize os sócios, adeptos e simpatizantes a contribuírem para que o Pavilhão seja uma realidade o mais depressa possível. MDO S. Leoninas.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE