quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Entre a utopia e o pragmatismo!!!...

Haverá sportinguistas desiludidos com a derrota de ontem em Roma?!... Concerteza que sim!... O meu barómetro "blogosférico" confirma a tese, com uma ligeira supremacia da desilusão sobre a razão, pese embora a quase generalidade dos críticos confesse entender as virtualidades das medidas de Domingos Paciência.

Os cépticos desiludidos parece terem apreendido que o Sporting estará completa e definitivamente reconstruído e portanto na hora de golear quem lhe apareça pela frente. Do outro lado estarão os que pensam que o clube estará no bom caminho, mas a jornada nem sequer irá a meio.

Uns interiorizarão que 17 contratações serão mais do que suficientes para que, de repente,  o Sporting seja capaz de conquistar todas as provas que disputa. Outros admitirão que, se nem os milhões de Abramovich ou Perez conseguiram tal desiderato, não será um clube acabado de fugir da indigência mais dolorosa que o conseguirá.

Uns pensarão que mesmo com Rinaudo, Jeffrén, Matias, Izmailov e Rodriguez fora de competição, o Sporting tem obrigação de encadear vitórias sobre vitórias. Outros compreenderão que o esforço quase sobrehumano que tem sido exigido aos operacionais de sempre, deverá ser inteligentemente doseado, para que um natural e admissível colapso possa ser evitado.

O cepticismo e a desilusão, parece pretender que miúdos de 18, 19, 20, 21, 22 ou mesmo 23 anos, revelem a maturidade, a presença, a força anímica, a competitividade e o rendimento apenas exigíveis a jogadores com formação completa, com maturação e eficácia adquirida em longos anos de treino aturado e lançados progressivamente na dura, alta e exigente competição. O realismo e a compreensão, aceitam como naturais as falhas, os egoísmos, as desconcentrações e a irregularidade do rendimento apresentados por toda esta imensa juventude talentosa, mas ainda tremendamente imatura, dando-lhes o benefício do tempo necessário à sua explosão.

E entre a utopia e o pragmatismo, merecerá toda esta gente adepta, que alguém ponha em causa o seu sportinguismo???!!!... Não, não e não!!!... Não é uma questão de sportinguismo!!!... Isso nunca esteve, não está, nem jamais estará em causa!!!... O que estará em causa será, muito simplesmente, qual das duas visões trouxe o Homem da pedra lascada até à modernidade do nosso tempo. Terão sido os utópicos que construiram o mundo?!... Ou as suas ideias apenas deram mais força aos pragmáticos para alicerçarem, construirem e conquistarem o futuro?!...

O futuro do Sporting não estará no grau de exigência que os seus adeptos afirmarem. O futuro do Sporting estará, sempre, na convicção, na tolerância temporal e no pragmatismo com que todos ajudarmos a construir o edifício com que sonhamos. E quando isso for conseguido, não fará qualquer sentido a exigência, porque a glória será nossa!... Inexoravelmente!!!...

Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Publicar um comentário

PUBLICIDADE