sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Gelson Fernandes, a primeira saída

 
Ainda hoje são 21 de Dezembro e a "revolução" já começou! Terá sido este o primeiro acto do professor Jesualdo Ferreira, ou as coisas já estavam encaminhadas ?! É de crer que o "negócio" já estivesse em andamento.
Gelson Fernandes pouco acrescentou ao futebol do Sporting, para além de capacidade física e espírito de luta. Tendo em conta que chegou a custo zero - o que terá recebido como prémio de assinatura só os deuses saberão! -, os prejuízos serão amortecidos pela poupança salarial que representa e no final dos 18 meses do empréstimo, a opção de compra do Sion poderá de certo modo ser compensadora.
A sua substituição, dentro da linha que Godinho Lopes e Jesualdo Ferreira já evidenciaram, quer-me parecer que deverá ser feita com a prata da casa. Veremos se com a adaptação de Adrien ou André Martins, ou se com a subida à equipa principal de Zézinho.
Não constitui surpresa esta primeira saída. Em termos de qualidade Gelson Fernandes nunca impressionou e muito dificilmente nos recordaremos de acções que tenha protagonizado em termos de construção ofensiva. A sua voluntariedade sempre me pareceu insuficiente para as necessidades da equipa, muito particularmente em termos ofensivos. Deixa uma imagem de entrega e raça e resta-nos desejar-lhe boa sorte na sua carreira.
Faltam 10 dias para a reabertura do mercado de Janeiro. Será bem provável que antes do fim do ano ainda tenhamos mais novidades. Serenamente, vamos celebrar esta quadra natalícia e pensar depois no jogo em Vila do Conde, dentro de uma semana, cuja importância será decisiva para não deixarmos cair a possibilidade de lutar pelo único título ao nosso alcance.
 
Leoninamente,
Até à próxima
 

Sem comentários:

Publicar um comentário

PUBLICIDADE