terça-feira, 12 de novembro de 2019

Reciprocidade, Jorge Silas!...


Saber jogar bem

«No futebol, há uma máxima que raras vezes falha: as equipas que jogam mal estão mais perto de perder do que aquelas que jogam bem. Esta expressão parece uma ‘verdade de La Palice’, mas a julgar pelos últimos jogos de Benfica, FC Porto e Sporting... não é bem assim.

A águia de Lage ganha internamente, lidera o campeonato, mas é tudo menos uma equipa consistente. Ainda na última jornada, o Santa Clara foi uma enorme pedra no sapato, que só foi ultrapassada com intervenção sentimental ao intervalo e uma suplementar de suor na segunda-parte.

O dragão de Conceição é mais falado pelo que acontece fora de campo do que propriamente pela qualidade do seu futebol. A noitada de Marchesin, Saravia, Uribe e Luis Díaz é só mais um caso a juntar a outras histórias mal contadas. Pinto da Costa tem de recuperar o seu reconhecido pulso de ferro.

E o que dizer do leão de Silas? O Belenenses ainda hoje não deve saber como perdeu o jogo em Alvalade, tal foi a superioridade demonstrada na primeira parte. No meio de tantos sistemas tácticos, fica difícil encontrar a estabilidade desejada...

O facto é que todos venceram. A questão é... até quando? Este será, certamente, o enorme ponto de interrogação que paira sobre as cabeças dos adeptos dos chamados três grandes. O maior problema é que, apesar da falta de qualidade evidenciada nos últimos jogos pelos grandes, só o super-Famalicão está a conseguir intrometer-se nesta luta no topo. Mais um alerta para a falta de competitividade da nossa Liga...»
(Alexandre Carvalho, Na Gaveta, in Record, hoje às 17:13)


Não haverá como não deixar de reconhecer como profundamente actual e assertiva esta análise de Alexandre Carvalho: nos dias que correm é demasiado confrangedora a qualidade de jogo em Portugal, seja por parte "dos chamados três grandes", seja por parte de toda a 'arraia miúda' - as excepções serão meramente episódicas e conseguidas em especiais circunstâncias! -, que lhes vai estendendo o tapete vermelho por onde passeiam a sua suposta grandeza!...

Creio que na parte que verdadeiramente interessará a qualquer sportinguista que se preze, "com o mal dos outros, nos governaremos bem"! Porém, a coisa começa a ser realmente séria quando nos bate à porta. E o facto é que começará a ser insuportavelmente decepcionante e desmotivador constatar a sistemática e reiterada fixação de Jorge Silas em estratégias e sistemas, à medida que o tempo vai passando e a equipa teima em apresentar a mesma qualidade de jogo que, sucessivamente, tivemos de suportar por parte de Marcel Keizer e Leonel Pontes, se nos situarmos tão só e apenas na presente temporada. 

Dirão aqueles adeptos sportinguistas com níveis de formação mais elevados de "treinadores de bancada", que Jorge Silas, como qualquer outro bom treinador, necessitará de bastante tempo ainda até que nos possa oferecer uma equipa capaz de praticar um futebol que satisfaça o nosso 'elevadíssimo' grau de exigência. Porém, o facto incontornável é que Jorge Silas está em Alvalade desde 27 de Setembro passado e, ao fim de um mês e meio de trabalho, 9 jogos realizados e 7 vitórias e 2 derrotas amealhadas - bem dolorosas por sinal! -, a equipa terá conseguido o extraordinário feito de nos surpreender ao apresentar a qualidade paupérrima de jogo que todos pudemos apreciar no último domingo em Alvalade.

Jorge Silas foi recebido em Alvalade de braços abertos. O indiscutível talento evidenciado em toda a sua carreira de jogador, a sua singular juventude como técnico, os seus inegáveis atributos de bom comunicador e o facto de, confessadamente, ser um adepto de sempre do Sporting, ter-lhe-ão granjeado a simpatia que o vem mantendo até hoje em 'estado de graça', que nem o défice de nível de formação invocado pelo 'Zé Pereira do bombo' terá minimamente conseguido beliscar. Porém, passados que estão 47 dias de presença em Alvalade, começa a ser tempo de interiorizar e pensar a sério, a sério mesmo, que a relação com os adeptos sportinguistas exige, naturalmente...

Reciprocidade, Jorge Silas!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. A esta discussão não pode ser alheio o plantel que Silas tem à disposição. Para mim é bem mais importante do que a disposição táctica da equipa. às vezes podemos ver os jogadores em diferentes posições mas, se o que lhes for pedido, se a sua missão, for consistente, acho que a disposiçõ passa para segundo plano (diferente de ser importante). Se eu peço a um jogador constantemente que, por exemplo, pressione no tempo x, ocupe o espaço y e tenha o comportamento z, menos importa onde ele está. Espero que seja isto que se está a treinar!

    Abraço,
    Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Pedro, a meu ver e creio não estar sózinho, terá tocado no ponto realmente importante: "o que estará a ser pedido a cada jogador" do Sporting, independentemente da sua qualidade técnica e posição que eventualmente ocupe na "complexa e labiríntica salgalhada" de tácticas, estratégias e obtusos esquemas?! Não me tem parecido que seja, "por exemplo, pressione no tempo x, ocupe o espaço y e tenha o comportamento z"! Nem me parecerá também que seja isso que se estará a treinar!...

      Abraço retribuído e SL

      Eliminar
  2. É o que temos, e é o que muita gente apoia, portanto, não se queixem!!
    Este é o Sporting que muitos quiseram, agora aguentem-se!!
    Este é o vosso Sporting, não é o meu de certeza e não, não é por causa dos resultados, é por tudo o resto; A incompetência inacreditável e nunca antes vista, a arrogância, a estupidez, a falta de cultura de exigência, a desunião provocada muito por culpa de Varandas e restante maralha, a mediocridade em todas as áreas e a pequenez e irrelevância em que está transformado o Sporting!! Vocês acham que eles vão aprender (inacreditável)e que as coisas vão melhora, e provavelmente acham que a sorte que temos tido nestas vitórias se vai manter, ok, é uma questão de fé, mas toda a praxis nos ensina que o caminho para o desastre está a ser desbravado e a porta para o descalabro está a ser escancarada!!
    É triste que para ter algum interesse em ver os jogos do meu Clube tenha de apostar nele, mesmo com o risco de perder dinheiro!!!
    E andam vocês preocupados com as claques!! Tomara eu que esse fosse o problema central do Sporting!!
    Estristeza como diria o Varandas!!



    ResponderEliminar

PUBLICIDADE