segunda-feira, 4 de novembro de 2019

"Que cessem as palavras e falem as obras"!...


Dez pontos

«O Verão de São Martinho que Silas trouxe ao Sporting não deu sequer para aquecer. As cinco vitórias em seis jogos quase fizeram esquecer a humilhante derrota em Alverca para a Taça de Portugal, mas o leão levou um banho de realidade em Tondela. As melhorias na equipa em relação ao pré-Silas são evidentes e, ontem, o Sporting conseguiu ser dominador em largos períodos do jogo, embora criando poucas situações de perigo. Desta vez faltou o golpe de sorte que garantiu triunfos nas Aves ou em Paços de Ferreira e acabou por acontecer precisamente o contrário. À 10.ª jornada, o Sporting está a dez pontos do líder Benfica e a oito do 2.º classificado, o FC Porto. Nem nos piores pesadelos...»
(Sérgio Kritninas, Saída de Campo, in Record, hoje, 03:24)


Escreve Leonardo Ralha hoje, no 'És a Nossa Fé', que "É muito provável que (Renan Ribeiro) tenha adivinhado o que iria acontecer logo que Fábio Veríssimo assinalou aquele livre fatídico, ainda distante da grande área, a três minutos do fim. Até então pouco tivera que fazer, sendo raras as tentativas de remate de uma equipa que ainda não tinha conseguido melhor do que um empate a zero em casa. Claro está que este Sporting torna todos os sonhos possíveis. Infelizmente, para Renan e para dois a três milhões de adeptos, torna possíveis todos os sonhos de todos os adversários..."

Ora terá sido exactamente sobre este Sporting que Jorge Silas afirmou, ainda na véspera, que " se ganharmos todos os jogos ainda serremos campeões"! Creio bem que terá voltado a perder uma nova e excelente oportunidade de estar calado! Já será altura para o técnico leonino, bem como toda a estrutura do futebol sportinguista e mesmo alguns jogadores, nomeadamente o Capitão, entenderem de uma vez por todas o extraordinário significado do pensamento que Fernando de Bulhões nos legou há quase um milénio...

"Que cessem as palavras e falem as obras"!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Depende das palavras... (vide... Ângelo Girão)... Grandíssimo Leão e mais que isso... homem honrado... e que sente na pele as agruras de pertencer a 'este' Sporting... Está lá tudo para quem quiser ver... ou ouvir....!!! Houvesse um apenas no departamento de futebol profissional... (direcção incluída)

    p.s. "...melhorias para ser DOMINADOR com o Tondela..." !!!??? (provavelmente a pior euqipa a jogar à bola em Portugal) Epá... Vão gozar com o 'boda'...!!!

    ResponderEliminar
  2. Isto não é um problema de Palavras
    ! Isto não é um problema de Keizer, de Pontes ou de Silas! Isto é um problema do Sporting ter uma equipa vulgaríssima! E, ainda, por cima, desequilibrada! Qualquer treinador, neste momento, como poderá vencer jogos se não tem avançados que desequilibrem?! Os avançados do Sporting são uma anedota. Já querem outro treinador?! O treinador é dos menos culpados. Os grandes responsáveis por este caos são os que construiram ou melhor dizendo, destruiram, este plantel. Quando se pensa que o Sporting pagou para contratar Rosier e ainda deu Mama Baldé, que, porventura, será superior ao gaulês! Quando contratou Neto ou Ilori e despachou D. Duarte! Quando trouxe Fernando, Boulasi, Jesé, R. Camacho e recambiou Mateus Pereira! Quando não inscreveu Pedro Mendes na Liga! Parece-me que esta gestão é danosa! E
    é danosa por dolo ou por falta de jeito para o metier? O futuro dará a resposta. Por agora, os adeptos leoninos ainda ficam magoados com a pobreza de resultados, porém, não faltará, muito, que passemos ao estádio abúlico da indiferença. Mas, sempre, com muita finesse...

    ResponderEliminar
  3. Como se costuma dizer, não há dinheiro não há palhaços. Tudo se resume a isso, falta de dinheiro para comprar jogadores que façam a diferença. E foi aqui que o presidente falhou, ao não explicar devidamente aos sócios a situação caótico em que encontrou as finanças do clube.
    Também falhou ao não vender o activo mais valioso, para poder reforçar o clube. Foi atrás da venda do jogador do Benfica, e essa bloqueou-lhe o discernimento.c

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE