terça-feira, 30 de julho de 2019

Não sei! Alguém sabe?!...



Que nome dar ao 'crime' eventualmente perpetrado pelo responsável de uma orquestra que, tendo no passado sido constituída por instrumentistas do mais alto gabarito, passeado o seu talento pelos melhores palcos do mundo e guardado no panteão da saudade a mais bela recordação da sua história, agora que a fortuna lhe fez entrar pela sua sumptuosa mas pouco concorrida câmara  adentro o mais valioso e belo "stradivarius", que lhe poderá devolver à memória e ao orgulho, os gloriosos tempos do passado, se deixa embevecer e ludibriar por um qualquer, embora belo, 'canto de sereia' e decide 'passar a patacos' e ao preço da 'uva mijona', a autêntica relíquia que os deuses lhe fizeram entrar pela porta adentro?!...

Não sei! Alguém sabe?!...

Leoninamente,
Até à próxima

3 comentários:

  1. Caríssimo Álamo:
    O meu querido Amigo está cada vez mais críptico.
    Mas o Stradivarius é quem? O Bruno Fernandes?
    Mas já surgiu alguma proposta? Sabemos? Ou está a ligar ao que lê, escrito pelos jornaleiros que, na esperança de um red pass à borla, e é publicado nos jornais (peço desculpa pela ofensa àquilo que é um jornal), dito nas rádios, e falado diariamente pelos Venturas, Guerras, Baptistas e quejandos.
    Então o Amigo não vê que, de tão desesperados, já só lhes falta criarem edições bi-diárias, para colocarem em letras garrafais: "BRUNO, VAI-TE EMBORA!"; " Ó BRUNO, MAS TU NÃO SAIS?"; " EU TENHO FILHOS PRA CRIAR, BRUNO, ASSIM NÃO ME DÃO O RED PASS, PÁ!"; "OS VOOS PARA MANCHESTER ESTÃO COM DESCONTO; BRUNO!"...

    No entanto, e como já aqui escrevi, temos que ter em atenção a vontade do jogador. Se ele quiser mesmo ir, temos que respeitar. E aí, francamente, 70 milhões de € não são, pelo menos para mim, "patacos".

    Um grande Abraço,

    José Lopes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apelidou-me há poucos dias o meu caríssimo amigo José Lopes de "lírico" e eu não fui capaz de lhe levar a mal - mas sempre fui segredando para com os meus botões, que a um devoto não se deve apontar a sua fé como defeito! Agora acusa-me de "críptico" e a minha reacção é exactamente a mesma. O amigo sabe, com o saber que julgo resultar de uma amizade de muitos anos, que sou "lírico" por devoção e "críptico" por obrigação. Por devoção a um dos grandes amores da minha vida. E por obrigação, porque estou consciente, sem presunções ou águas bentas e apenas baseado em números factuais e incontornáveis, do impacto de Leoninamente, na nossa casa e para lá da raia que delimitará o universo leonino. E esse facto impõe-me aqui uma postura diferente daquela que certamente me reconhecerá no trato pessoal.

      Em remate e sem lirismos ou encriptamentos, perdoar-me-à o amigo que me coloque nos antípodas do seu pensamento no que a Bruno Fernandes disser respeito. Bruno Fernandes tem um contrato em vigor com o Sporting, assinado de livre e noticiada vontade há menos de um ano, válido até 30 de Junho de 2023, onde consta, expressamente, uma cláusula de rescisão no valor de 100 M€. Nessa exacta condição, nem pode "querer mesmo ir" e muito menos teremos nós de respeitar esse "querer". Os contratos são para cumprir, a menos que da parte que a ele se opôe, o Sporting, haja compreensão e acordo com essa saída, tendo em conta contrapartidas sérias e razoáveis. E não sendo "patacos" aquilo a que por força de expressão, chamei a uma eventual proposta de 70 M€, naturalmente que a considerarei sempre assim, quando comparada, i)-com o valor do jogador; ii)-com o valor da cláusula de rescisão contratual; iii)-com os valores actualmente praticados no mercado...

      Meu dilecto amigo, em postais anteriores, de forma "críptica" ou "descodificada" já por aqui deixei o meu alerta que, naturalmente, valerá o que valer: o "estado de graça" de Frederico Varandas terminará inexoravelmente no momento em que decidir deixar sair Bruno Fernandes por um valor abaixo da cláusula estabelecida de 100 Milhões de €uros! O seu futuro no Sporting constituirá, a meu ver e a partir desse momento, apenas uma questão de tempo e oportunidade. Veremos o que serão para ele, "patacos" e milhões. Não poderá dizer nunca, é que não foi avisado!...

      Um grande Abraço.

      Eliminar

PUBLICIDADE