segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Nunca a concorrência foi má conselheira!...




Neto colocou dúvidas a Renan no livre
Em causa o lance do primeiro golo

Na preparação da barreira antes da marcação do livre que viria a originar o golo do Boavista, segundo avançaram alguns jornais, Luís Neto terá colocado objecções à opção de Renan em colocar apenas três jogadores na barreira, como se tornou perceptível nas imagens da transmissão televisiva. O guarda-redes leonino terá feito vencer a sua ideia, tendo acabado por ser surpreendido. As imagens acabam por demonstrar que a escolha do número de jogadores e até a altura e reacção de um deles, se revelaram fatais. Wendel encolheu-se e apenas Borja e Neto terão saltado e tentado alterar a trajectória da bola, com Renan, que pareceu demasiado confiante e mal colocado entre os postes, a tentar desviá-la com os olhos.

Começa a constituir "imagem de marca de Renan", este 'facilitanço' na preparação das barreiras e a sua colocação entre os postes, na marcação de livres directos contra o Sporting. Já não foi a primeira vez que ficámos com a sensação de que algo mais poderia e deveria ter sido feito...

Não será hora de Luís Maximiano começar a ir a jogo de vez em quando, de modo a fazer lembrar ao guarda-redes brasileiro que o seu lugar na baliza do Sporting não é cativo?!...

Nunca a concorrência foi má conselheira!...

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Antes da bola ser batida, verifiquei que o Renan estava muito mal colocado.

    ResponderEliminar
  2. Exactamente a sensação com que fiquei, sendo opinião geral entre o meu círculo de amigos sportinguistas!...

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE