quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Sobre a intensidade do trabalho...


Agora que o "temporal" passou e enquanto se limpam os destroços e a lama, se recompôe o telhado e se substituem os vidros partidos, é natural que do silêncio dos inocentes comecem a vir até nós todos os porquês, todas as razões que quase nos conduziram à destruição.
Stijn Schaars, um profissional de cuja entrega ao projecto leonino ninguém duvidará, naturalmente a um jornal holandês, começa a colocar, aqui, o dedo na ferida:

"... Não tenho nada contra Sá Pinto, mas com ele era tudo pouco intenso. A preparação física não foi suficientemente intensiva e isso é importante para se jogar futebol bonito...".

Há quantos e quantos anos, todos os sportinguistas sabiam que os profissionais do Sporting gosavam em plenitude, das excepcionais qualidades da "estância balnear de Alcochete" ?!... Que um novo clima se instale por aquelas bandas.


Leoninamente,
Até à próxima

Sem comentários:

Publicar um comentário

PUBLICIDADE