terça-feira, 6 de novembro de 2012

Sementes que podem anunciar vitórias futuras !...

Bessone Basto, uma voz para escutar com atenção
 
Quem no formidável universo leonino ainda não terá concluído que a situação actual da primeira equipa do futebol profissional do Sporting Clube de Portugal não terá qualquer paralelo em toda a longa vida do nosso clube?! Quem ignorará que a equipa  bateu no fundo, como nunca terá acontecido no passado recente ou remoto?!...Não andarei longe da verdade se afirmar, que não haverá um único adepto sportinguista que disso tenha dúvidas.
Nesta condição, o que de novo haverá nas mensagens diárias que nos entram pelos olhos e ouvidos, vindas de tanta gente de verde vestida, se todos conhecemos e sofremos com a proximidade deste terrível e inusitado apocalipse?!... Nada!... Não sou capaz de encontrar nada de novo, para além de diagnósticos mais ou menos correctos da situação a que o clube tem vindo a ser conduzido de há décadas a esta parte. Mas de diagnósticos está o mundo cheio! Está o país e está o clube!...
Serão as eleições antecipadas que muitos reclamam e Bruno de Carvalho, aqui corporizou, a panaceia, o remédio, o caminho para alcançar a cura que todos desejamos?!... Só o próprio e os que o acompanham, com destaque para o novo adepto Vicente Moura, estarão convencidos disso. Não se discute a sua legitimidade ou as virtudes do projecto que possam vir a consubstanciar. Apenas o tempo e o modo das suas intervenções, eivadas de um pretensioso e egocêntrico protagonismo, deslocado da realidade actual do Sporting e que apenas poderão potenciar em todo o universo leonino, a formação de anti-corpos a quaisquer que venham a ser os seus projectos no futuro.
O grande atleta e sportinguista que dá pelo nome de Bessone Basto, veio aqui colocar o dedo na ferida, confirmando naturalmente o diagnóstico que todos conhecemos, mas alertando os adeptos e a oposição, para a imperiosa necessidade de todos trilharmos o caminho correcto. E esse caminho, nas actuais condições, por muito que isso nos custe e desespere, será dar tempo a Frank Vercauteren para que tente fazer o que outros antes dele não fizeram, se porventura não terão mesmo agravado.
Cessem os gritos de exacerbado e despropositado desespero que parecem desajudar a causa leonina. Acabem as lamúrias dos progenitores de tenros e imberbes leões, que aspiram a ganhar asas mitológicas, perante a incapacidade de quem os colocou no mundo, de não lhes saber transmitir os valores sagradas da leoninidade. Termine de uma vez por todas a atracção por protagonismos estéreis na CS, de quem tem responsabilidades na defesa do clube e dos seus valores.
Olhemos à nossa volta e retenhamos, por exemplo, as palavras de Octávio Ribeiro no jornal Record: "...De mais uma dolorosa derrota, podem os sportinguistas retirar algo de positivo? Sim, podem! Nesta derrota em Setúbal, estão já as sementes que podem anunciar vitórias futuras..."!...
 
Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Mano,

    Curtinha mas concordante esta minha intervenção.

    Eu acredito nas sementes. Espero que sejam bem cuidadas, bem regadas para que os frutos sejam bons e duradouros.

    Abreijos

    PS - Não sei o que se passa que não estou a receber retorno aos meus comentários, na minha cx. do correio.
    Sucederá o mesmo contigo?

    ResponderEliminar
  2. Maninha,

    Eu não tenho nada para não acreditar em Frank Vercauteren. Parece-me ser o "sapato" ideal, para aquela cambada de burgueses de Alcochete calçar. Penso que haverá muitas surpresas já na próxima convocatória e que em Janeiro a vassoura que o Duque deixou, ainda há-de servir para alguns.
    Há anos que se instalou na Academia um clima de "novo riquismo" estúpido e infantil. Godinho Lopes deveria começar a pagar-lhes os ordenados com algum atraso e esperar pela reacção, para então lhes fazer ver que eles também andam atrasados no trabalho e na produtividade.
    Sobre as anomalias que notas no Blogger, digo-te que às vezes acontece. Suspeito que o sistema do Blogger comece a precisar de uma profunda ampliação e isso custa muito dinheiro. Mas são apenas suspeitas minhas.
    Adorei os teus "abreijos", que naturalmente devolvo com carinho.

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE