sexta-feira, 23 de novembro de 2012

No rescaldo da vergonha, CALEM-SE !!!...

 
 
É demasiado mau para ser verdade. Não consigo encontrar justificação para isto. A época está praticamente perdida, resta aspirar ao 3.º lugar e à Taça da Liga. Não tenho ideia de uma época assim, é para esquecer.
Não encontro grandes justificações para o que está a acontecer, mas penso que haverá outras coisas quaisquer. Espero que Godinho Lopes saiba encontrar soluções. Neste momento, as eleições não resolviam nada. As pessoas devem conversar, pensar qual é o futuro em conjunto, sem grandes radicalismos, para que, numas futuras eleições, antecipadas ou não, possam produzir efeitos positivos. Eleições, nesta altura, só criariam mais instabilidade.
 
Dias Ferreira in "Bola Branca"/RR
 
Todos conhecem a minha posição, de crítica severa, sobre a figura e, muito particularmente, sobre a intervenção pública do dr. Dias Ferreira, nomeadamente no painel do programa que semanalmente nos entra pela casa adentro. Mas revejo-me nas palavras que hoje pronunciou perante os microfones da Renascença. Acho que prestou um bom serviço ao seu clube de sempre e a todos nós, sportinguistas. Que todos saibamos reflectir com serenidade e profundidade em tudo o que disse.
O que ontem aconteceu em Basileia, foi demasiado violento para o amor próprio de qualquer sportinguista. Por isso compreendo as mais variadas reacções que provocou no universo leonino. Mas continuo a pensar que as pessoas devem conversar, sem radicalismos e dentro de um espírito de unidade e visão colectiva, nas soluções que a curto prazo e numa instituição com a grandeza e a riqueza histórica do Sporting Clube de Portugal, imperiosamente se impõem.
Godinho Lopes terá, obrigatória e urgentemente, de tomar decisões drásticas, de pegar "o touro pelos cornos", de dar um "violento murro na mesa"!... Terá de entrar pelo balneário adentro e "explicar detalhadamente" a todos os jogadores, em voz alta, precisa e concisa, que isto não é o Sporting e que, quem assim o pensar, deverá fazer as malas e ir tratar da sua vida para outro lado, vincando sem contemplações que, já que Janeiro está próximo, as portas estarão abertas de par em par para quem ainda não tenha compreendido o que significa envergar a gloriosa camisola às listas verdes e brancas. E muitas outras medidas complementares, eventualmente terá de vir a tomar. Para isso foi eleito e assumiu, a Presidência do Sporting Clube de Portugal. Não para continuar a colocar "panos quentes" no terrível "furúnculo" de que padece todo o futebol sportinguista. Nem com "papas de linhaça" a coisa já poderá ser resolvida. Bisturi Senhor Presidente!... Bisturi, é o que se torna necessário e urgente! Uma incisão precisa, uma limpeza profunda de toda a matéria apodrecida com a concumitante desinfecção, meia dúzia de pontos bem cozidos, um penso de protecção e, já está!...
Aos jogadores que constituem todo o plantel, desejarei dizer aqui do meu canto, com a convicção e a razão do meu sentir sportinguista, CALEM-SE POR FAVOR!... Estabeleçam entre vós, já que desgraçadamente, nem CAPITÃO DE FACTO existe dentro do grupo para o fazer de per si e como lhe competiria se existisse, um período de nojo, em que renunciem completamente a quaisquer declarações para a Comunicação Social. Recuperem primeiro a honra de envergar a camisola do Sporting. ATÉ LÁ CALEM-SE E DEIXEM DE VOMITAR ASNEIRAS !!!...
 
Leoninamente,
Até à próxima
 

12 comentários:

  1. Como sportinguista e sócio há quase 40 anos, subscrevo, na íntegra, as palavras aqui produzidas e reproduzidas.
    Viva o Sporting

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro "cpontoal",

      Sobra-nos apenas o direito à indignação, não é amigo?!...
      Obrigado pela sua delicadeza. Viva o Sporting, SEMPRE!...

      Cordiais SL

      Eliminar
    2. Sim, é verdade. Esperemos que outro dia possamos estar aqui a falarmos de triunfos e alegrias, porque se o verde é Esperança então fica-nos muito bem essa cor nas nossas camisolas. Viva o SPORTING, sempre, pois claro.

      Carlos Pereira

      Eliminar
  2. Nada disso, pelo contrário, temos e de barafustar mostrar incomformismo, contra os estado de coisas, estar calado seria sinal que estava tudo bem, e não está.

    ResponderEliminar
  3. Caro "Relva",

    Barafustar e mostrar inconformismo perante o estado das coisas, sim!... Estar calado, nunca!... Porque não está tudo bem... É preciso mudar muita coisa que está mal! Que se calem apenas os culpados e que aja quem tiver de agir!...
    Foi o que pretendi dizer...

    SL

    ResponderEliminar
  4. Não é licito culpar os jogadores do Sporting por tão escandaloso insucesso e penso que quando se acusa o plantel por falta de empenho e garra, já que por falta de qualidade, embora ela não seja excepcional, não deverá ser se comete um grande erro e se emite um mau diagnóstico. De forma nenhuma me parece que haja falta de empenho no grupo e nos atletas individualmente e estes atletas sem dúvida renderiam muito mais noutro grupo de trabalho. O que acontece é a falta de coesão e de crença na equipa e no seu sucesso, a falta de confiança e de preparação mental para o sucesso, o trabalho psicológico de balneário e naturalmente um líder na equipa técnica reconhecido pelos atletas, que proponha um modelo de jogo adequado àquele grupo. Os atletas do Sporting estão mentalmente de rastos, eles são os que mais sentem que a equipa de futebol está à deriva, sem liderança técnica e administrativa. a SAD acumula erros sobre erros, e Godinho Lopes desde o despedimento de Paciência demonstrou toda a sua fragilidade e a do seu projecto. Tal com o governo da nação governa sem que ninguém acredite no futuro...principalmente os atletas...isto para eles está a ser um sufoco...

    ResponderEliminar
  5. Isto é seguramente, em termos de resultados desportivos, o pior Sporting da sua história, mas não o pior plantel do clube da sua história...agora a liderança?..nem no tempo do "naif" Sousa Cintra foi tão ausente. O que podemos temer com esta equipa psicológicamente de rastos?... é irmo-nos arrastar no derby com os lampiões e sofrer uma goleada histórica. Então os 90 minutos vão parecer uma eternidade. Oxalá me engane.

    ResponderEliminar
  6. Querido Amigo,

    Pela primeira vez um comentário teu, aqui no meu canto!...
    A minha satisfação é grande, ainda que, no caso particular dos atletas, possamos ter visões um pouco diferentes. Mas isso é natural, eu tenho olhos de adepto e só vejo o que se passa no relvado, tu tens os olhos habituados à própria relva onde brilhaste, ironicamente, nas mesmas faixas onde Capel tem brilhado e voltou a brilhar ontem em Basileia, mas olha que terá sido, do meu ponto de vista, o único...
    Sabes que falo verdade, se te disser que respeito a tua opinião, mas alerto-te para o facto de que a defesa que assumes, dos atletas, jamais poderá ser completamente isenta, porque terá sempre, sem que o desejes, laivos de um certo "corporativismo", que eu compreendo e aceito, por humano e natural.
    Mas não deixo de estar completamente de acordo contigo, em todas os outros prismas da análise que verteste no teu comentário. A situação é terrível, muito em particular para um técnico que cai de paraquedas em Alvalade, vindo de um país de valores, mentalidades e culturas completamente diferentes. E requereria o cunho pessoal e acção de um verdadeiro líder, que eu receio bem, não se encontre na pessoa de Godinho Lopes...
    E como eu estou de acordo contigo também, no paralelismo que estabeleces entre o Sporting e este desgraçado país, onde quer atletas, quer cidadãos começam a... não acreditar no futuro!...

    Saúdo-te com aquele abraço de amizade fraterna, que sempre existiu entre nós.

    ResponderEliminar
  7. Caríssimo Amigo Vitor Cruz,

    Volto, porque obrigações domésticas me dasalinharam com a cronologia dos comentários e só agora li o segundo, que tiveste a gentileza de adicionar. E volto para o subscrever, agora inteiramente. Se bem que no fundo de mim próprio, continue a acreditar que em Moreira de Cónegos e, particularmente no "derby" de Alvalade, Basileia não volte a repetir-se.
    É certo que é um Leão a falar. Mas até Leonor Pinhão, ontem em "Quinta da Bola", admitiu que o Sporting pode muito bem começar a sua recuperação, precisamente, no "derby", para mal dos pecados dela, foi como disse.
    Por alguma coisa a nossa cor é o verde, meu Amigo. Jamais poderemos deixar morrer em nós a... Esperança!...

    Um grande e leonino abraço

    ResponderEliminar
  8. Deixo aqui uma pergunta...

    Alguém aqui, acha sinceramente que Godinho Lopes consegue impor respeito a algum funcionário da SAD ? Seja esse funcionário um jogador ou até mesmo um director/administrador ?

    E tenho o cuidado de dizer SAD, porque é aí que está o futebol do Sporting.


    Eu faço ideia o gozo que deverá ser (pela parte dos jogadores) cada vez que Godinho Lopes sai do balneário da equipa, depois de ter falado com os jogadores. E é óbvio que isso é errado, mas é o que acontece.

    Por esta altura, os jogadores já não o querem ver mais à frente, porque deixaram de acreditar na liderança, porque não acreditam que possa ter sucesso no clube... e porque Godinho Lopes simplesmente não consegue impor respeito.

    É óbvio que os jogadores também têm culpa desta situação actual. Porque o jogador de futebol "moderno" é um menino mimado, que quando está chateado, telefona para o seu agente, e o seu agente consegue metê-lo noutro clube... ainda para mais quando esse mesmo jogador está num clube (Sporting) que não tem exigido respeito pela parte dos seus jogadores nos últimos anos... e os casos disso mesmo são muitos, todos nos pisam.

    Mas nós não podemos esperar que uma pessoa sem personalidade de liderança consiga impor respeito seja a quem for. Isso é entrar em ilusões.

    Qual é a solução ?

    Mandar todos os jogadores embora e meter uma equipa só com jogadores que sejam grandes Sportinguistas e que por isso nem precisem de um líder (de um chefe) que ande em cima deles para lhes pisar os calos e os fazer suar pelo clube ?

    Ou, mudar a Liderança do clube ?

    Acho que a resposta é óbvia.

    E por isso, confesso que não entendo como é que alguém ainda pode pedir um "pulso forte" a Godinho Lopes. Será que são precisas ainda mais demonstrações da sua incapacidade para tal coisa ?

    ResponderEliminar
  9. Ao José Duarte, eu diria,

    Que muito provavelmente, a solução para a difícil situação que o Sporting atravessa, não se esgotará nos dois "únicos" caminhos que aponta. Do meu ponto de vista, a sua posição parece-me demasiado redutora e a minha experiência de vida diz-me que tanto a montante, como a juzante e até no meio das duas soluções que admite, haverá mais umas quantas que poderão muito bem revelar-se mais aconselháveis e que se traduzam em menores riscos e prejuízos para o clube.
    Sem pretender branquear os erros que admito GL possa ter cometido desde o início do seu mandato até ao presente, penso que o seu tempo ainda não se terá esgotado. Ainda recentemente ele procedeu a uma profunda alteração da matriz da sua presidência, com as saídas de Duque e Freitas e a contratação de Vercauteren e a assumpção de uma intervenção decididamente presidencialista e só o tempo poderá vir a revelar a bondade das suas decisões, coisa que ainda não teve. No Sporting, de há muito tempo a esta parte, têm sido cometidos sistematicamente, erros a que a precipitação de quem deveria decidir com ponderação e tempo, não será alheia. Também não terá sido alheia a muitos desses erros, a falta de firmeza dos diversos decisores, à inqualificável pressão exterior, seja de adeptos, seja da CS. E o clube tem pago bem caro por isso. É bom que não voltemos a cometer os mesmos erros, particularmente agora, em que, já afastados da maior parte dos objectivos que foram desenhados para esta época, seria pura estupidez não aproveitar este alargado final de época, para tentar fazer o que há muito tempo deveria ser feito, com coragem, lucidez e sportinguismo.
    Com o aproximar do final da época, então sim, então será de pensar, seriamente, em fechar o leque das soluções, caso os resultados continuem a ser decepcionantes. É o que penso, meu caro.

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Álamo, eu percebo que nunca é bom entrarmos em extremismos. Mas o Sporting vive uma situação demasiado delicada financeiramente para se perder muito tempo em constantes análises ou em constantes "temos que dar tempo" quando temos o clube transformado numa "república das bananas".

      Porque foi dando tempo, que a SAD já "torrou" mais de 70 Milhões nesta presidência... e lá vai o passivo aumentando.
      E eu sei que era necessário comprar jogadores, mas não tantos... até porque os resultados desportivos não justificam em nada o investimento feito. E também não seriam precisos negócios ruinosos como o do Elias, em que pouco tempo após o comprarmos, a SAD decidiu vender metade do seu passe, a um fundo, por um valor abaixo da metade do valor a que foi comprado, ou seja, a SAD ficou a perder...
      E estes tiros nos pés parece que não têm fim.

      Este presidente já demonstrou a sua incapacidade em termos de liderança, e a escolha das pessoas que o rodeiam tem sido no mínimo muito questionável. E é por isso que sinceramente me causa "confusão" que você diga algo como :"...os erros que admito GL possa ter cometido...".

      Você apenas admite que GL possa ter cometido erros ?

      Caro Álamo, por favor... nem o mais acérrimo defensor de Godinho Lopes pode fechar os olhos aos erros cometidos por este presidente... por isso, não tenha medo de dizer que GL cometeu erros. Essa conversa do "admito que possa ter cometido", é demasiado branda, para factos tão evidentes.

      Esta nova matriz da presidência de Godinho Lopes, é a sua oportunidade final para mostrar que não foi um desastre completo. Porque não podemos permitir que uma direcção faça constantes "lavagens faciais" para continuar no poder.
      Porque na verdade, este "projecto" que existe agora, já não é o projecto votado pelos sócios que deram a vitória a Godinho Lopes.

      Em termos de resultados desportivos (triunfos), os Sportinguistas vão ter que esperar, seja com esta ou outra direcção. Mas em termos financeiros, o Sporting não tem muito tempo para andar a "apalpar terreno", aproximam-se as conversões dos VMOC's em acções para a mão da banca e poderemos perder o controlo da SAD.

      Mas como você diz, está na altura de tomar decisões, mas não apenas pela parte de Godinho Lopes, mas sim dos sócios do Sporting, que têm que acordar de uma vez por todas e decidir que clube e SAD é que querem.
      Uma coisa é certa, esta "loucura" constante em que vive a nossa SAD, tem que parar.

      SL

      Eliminar

PUBLICIDADE