sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Está nas vossas mãos: o Sporting é nosso !!!...


A mensagem do Presidente do Sporting Clube de Portugal, hoje publicada no site oficial, é suficientemente elucidativa sobre a realidade nua e crua que continua a envolver uma tão grandiosa e histórica instituição a que, para além dos afectos, poucos mais elos de solidariedade parecem ligá-la a milhões e milhões de adeptos.

Se bem que no espírito leonino de todos os adeptos sportinguistas, jamais possam fazer parte o desânimo e a desesperança, seria cegueira pretender não vislumbrar nas palavras de Bruno de Carvalho, a dureza da realidade que lhe trouxeram nove meses de feroz e ininterrupta luta, pela restauração de uma grandeza que já foi nossa e pela busca de uma sustentabilidade sem a qual não haverá o futuro que nos habita os sonhos.

Os números que corajosamente hoje deu a conhecer, serão o reflexo inevitável de que aos afectos não estarão a corresponder os gestos materiais do imenso universo leonino, necessários e condição "sine qua non", para os vivificar e exponenciar o orgulho que lhes é subjacente.

Sem que irrompa por todo o universo sportinguista, uma nova mentalidade associativa e uma consciencialização clara de que, para inverter a situação a que chegou o Sporting Clube de Portugal, não bastará ser Sporting, mas que, a somar ao sentimento que nos anima, todos teremos de fazer Sporting!  Sem que essa transfiguração ocorra na imensa nação leonina, o nosso grande amor não passará de um amor platónico, sem realização.

Negar que a crise que se abateu sobre todos nós, não representará um bom número de razões que sustentarão a amargura do Presidente do Sporting Clube de Portugal, seria profundo e frio irrealismo. Mas escamotear o facto de que milhares e milhares de sportinguistas em todo o mundo, terão ao seu alcance a capacidade de ajudar a fazer Sporting e continuam comodamente a assobiar para o lado, sem repararem na inércia que os condiciona, será cair num imenso erro de avaliação.

Haverá milhares e milhares de leões espalhados por todo o mundo, para quem uma ordem de débito directo ao seu banco, para pagamento da quotização mensal do Sporting - o amor que trazem no coração -, representaria menos que um qualquer supérfluo desperdício que todos os meses provavelmente provocarão no seu orçamento mensal. Então, porque não fazer uma mais que justa e correcta troca?! Porque não abandonar essa inércia e imobilismo, quando o nosso Sporting tanto necessita para poder reerguer-se?!

Parafraseando, Bruno de Carvalho, deixo-vos para meditação, o último apelo da sua mensagem:

Apenas juntos conseguiremos, e está na altura de todos comprarem a Gamebox para o futebol e para as modalidades, tornarem-se sócios, assinarem o Jornal Sporting e demonstrarem de forma convicta, porque somos realmente o melhor Clube do Mundo.

Está nas vossas mãos, pois: O Sporting é Nosso!

Leoninamente,
Até à próxima

2 comentários:

  1. Eu "tento fazer" a minha parte, como certamente muitos outros...
    E tendo já idade para talvez "beneficiar de alguns descontos", pago as quotas por inteiro...como se tivesse 20 anos...
    E para que a ajuda seja mais aproveitada...já hoje por exemplo, paguei as quotas até Dezembro de 2014...
    Depois, sempre que posso...lá estou em Alvalade,a tentar fazer a minha parte...!!
    E não se pense que é facil de gerir a "minha contabilidade"...é que para além de tudo o mais...
    "Ainda tenho de ajudar a TROIKA"...!
    Acredito que haja muita gente a desejar ajudar, mas mesmo com sacrificios, não conseguem "desviar" nada para ajudar o seu grande amor...o Sporting...!!

    Vamos lá a ver se o Olegário não nos "desajuda" no próximo Domingo...é que o Sporting necesita como de pão para a boca...da continuidade desta onda verde...!

    Sporting Sempre...!!

    SL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Max, também a mim não me pesa a juba que envolve a minha "consciência" de leão. Apesar de não antecipar como o meu amigo, de um ano, o pagamento das quotas, pago por débito directo e o Sporting gere o pagamento conforme o seu entendimento.

      Sei que os tempos estão difíceis, mas tenho a certeza de que se a vontade de ajudar o Sporting fosse um pouco maior, alguma coisa se arranjaria. Gasta-se tanto dinheiro mal gasto...

      SL


      Eliminar

PUBLICIDADE