terça-feira, 25 de outubro de 2011

Podemos ser ainda mais fortes !!!...

Quando no final do jogo de ontem foram colocadas a Domingos Paciência algumas questões sobre o momento actual do Sporting e sobre as perspectivas de poder vir a lutar pelo título, o nosso técnico foi claro, preciso e profundamente realista:

Todos nós temos a consciência de que podemos conseguir ainda mais, é uma responsabilidade muito boa. Não pode haver distracções e isso não vai acontecer. Conheço cada vez melhor os meus jogadores e a ambição deles é grande, querem vencer cada jogo. Estamos fortes mas podemos ser ainda mais fortes.
Na corrida ao título?!... Nem nós nem os adeptos podemos pensar assim. Vamos pensar que podemos repetir momentos bons como os de hoje. Se mantivermos este nível e qualidade poderemos andar nos lugares da frente e lutar com os nossos rivais.

Sem euforias desmedidas, sem promessas despropositadas e exibindo um sorriso puro e simples de satisfação por tudo aquilo que o grupo que comanda vem conseguindo, Domingos é o espelho fiel do magnífico sentimento que se vai instalando na grande nação sportinguista. É um sentimento de satisfação e de alegria, mas onde impera acima de tudo a contenção e a rejeição liminar de euforias e de extemporâneos objectivos. E tão grande é a empatia e a comunhão que sente em toda a massa adepta que não hesitou em afirmar, sobre a colocação do título como objectivo, que " ..nem nós nem os adeptos podemos pensar assim. Vamos pensar que podemos repetir momentos como os de hoje..."!... É corajoso e realista o apelo de Domingos Paciência e não me resta a mínima dúvida de que vai ser seguido pelos adeptos sportinguistas. Porque ele falou como adepto e os adeptos perceberam a mensagem, o seu significado e o que implicitamente traduziu, do homem que conduz e faz parte de um projecto que está a restaurar o orgulho do glorioso Sporting Clube de Portugal.
Recordo aquele rictus facial que o terceiro golo do Marítimo impiedosamente marcou em  Domingos. E não sei que outro adepto leonino terá então exibido uma tão grande e frustrante desolação. Agora o sorriso é limpido e os olhos brilham, tal como em cada um de nós. Mas em Domingos Paciência, entre a amargura desse dia já distante e a contida alegria de hoje, esteve uma crença inabalável no seu trabalho e na sua capacidade de não desmerecer a confiança que nele depositou um universo inteiro de adeptos.
Domingos Paciência está a dar-nos o melhor de si, da sua capacidade, do seu saber, da sua grandeza como técnico sagaz e inteligente. Está a fazer da "sociedade de nações", como era apelidado o plantel do Sporting no início da época, um grupo unido e amigo, que corporiza com alegria e com evidente prazer, um ideal competitivo quase sem paralelo nas competições onde está inserido.
Há momentos de jogo em que o Sporting parece praticar há muito o "tiqui-taca" que Andrés Montés inventou e o Barcelona de Pepe Guardiola vem tornando célebre. Vemos jogadores no banco, como que impulsionados por uma poderosa mola, saltarem de alegria na marcação de cada golo, com expressões que dizem tudo sobre o espírito que reina no colectivo. Há atletas do nosso plantel, vindos das mais díspares origens, que não conheciam Domingos de lado nenhum e hoje afirmam que o seu técnico é fantástico e pode vir a ser um dos melhores do mundo. E todos eles afirmam a bondade das suas decisões de rumarem ao Sporting. Há até um que diz que o Sporting é grande em tudo!... Porquê?!... Porque está acontecendo tudo isto?!...
Não quero retirar a parte do mérito que deve ser atribuida a Godinho Lopes, Luis Duque e Carlos Freitas. Nem um milímetro, porque sou um sportinguista reconhecido e não estarei sózinho pela certa. Mas desde que estes atletas aterraram na Portela e se juntaram aos que sobraram da vassoura, quem juntou os cacos e na confusão babélica de linguas, usos, costumes, religiões e formas de entender o desporto que praticam, está a erguer uma poderosa "squadra" verde e branca?!...
Pois é, Domingos Paciência, por tudo aquilo que acabo de dizer, merece o nosso aplauso, o nosso respeito e a nossa grande e sincera homenagem!... Bem hajas Domingos!... Estamos fortes, mas acreditamos em ti e na grande probabilidade de virmos a ser ainda mais fortes!!!...
Leoninamente,
Até à próxima
 

Sem comentários:

Publicar um comentário

PUBLICIDADE