segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Mais cedo do que tarde !!!...

E vem o Rinaudo e fala da sua felicidade de ser um leão em Alvalade. E a sua família reforça as suas palavras e afirma que sente um Fito feliz nos mais pequenos pormenores. A mãe chega a dizer que é impressionante como ele cresceu no Sporting. E vem o seleccionador argentino e diz que Rinaudo respira saúde e bem estar, que tudo está bem com ele e que é imprescindível no seleccionado das pampas.
 E alguém nos diz, ainda da Argentina, que “Emiliano Insúa precisava de um clube como o Sporting, onde lhe deram toda a confiança, e de tal forma as coisas lhe estão a sair bem que já foi chamado por Sabella para os próximos jogos da selecção. É um excelente sinal!...
E vem o seleccionador do conjunto norte-americano, Jurgen Klinsmann e diz de Onyewu: “Ele está confiante. Chegou bastante bem fisicamente. Penso que as coisas lhe estão a correr de forma fantástica no Sporting. O Gooch motivado é muito importante para nós. Psicologicamente parece-me estar bem. Precisa de continuar a jogar para prosseguir o seu desenvolvimento. O Onyewu está de volta”!...
E vem  André Carrillo e diz que o Sporting é um clube sério e por isso quis vir para Alvalade, onde se sente envolvido por uma grande família que o motiva e incentiva, chamando-lhe pelo nome em cada jogo.
E vem os italianos dizer que o nosso Ricky Wolfswinkel é um "grandíssimo giocattore" e já o comparam com Filippo Inzaghi. Querem levá-lo já em Janeiro, mas o ingleses dizem que estão em primeiro, porque já pensaram nele antes do Sporting, que os comeu de fininho.
E vem o Futre, confirmar aquilo que a imprensa de nuestros hermanos diz sobre Diego Capel, que no Sporting se tornou um jogador completo, porque ataca e marca golos e defende como nunca em toda a carreira defendeu.
E vem Bert van Marwijk, seleccionador holandês, colocar Stjn Schaars na lista de 23 convocados, para os jogos com Moldávia e Suécia, explicando que "... Schaars está a melhorar bastante. É óbvio que necessitava de um novo impulso na carreira e precisava de jogar a um nível superior..."
E vem Mano Menezes e leva-nos por uns dias o Elias, porque é imprescindível na canarinha, que é só a melhor selecção do mundo e com um campo de recrutamento onde evoluem quase 80% dos jogadores que constituem a nata do futebol mundial.
E vem Paulo Bento e leva-nos Rui Patrício e João Pereira, derretendo os críticos que continuam a criticar-lhe as opções, com argumentos de embirrações e quejandos.
E no meio de tudo isto, o que sentimos nós sportinguistas, por esta chuva de estrelas que de repente desabou sobre as nossas cabeças?!... Esfregamos os olhos de incredulidade e receamos largar a maldita da depressão que nos menorizou e entristeceu durante os últimos, dolorosos e extensos anos?!... Mas então estamos todos doidos, ou nunca mais nos libertamos da terrível pequenez, que quase conseguia o milagre de abafar o nosso orgulho leonino, de calar as nossas gargantas e de imobilizar as nossas mãos, metidas nos bolsos, a apertar qualquer coisa que doía por dentro sempre que qualquer adversário se acercava da nossa baliza?!...
Amigos, alegria é para ser sentida, vivida, desfrutada em cada minuto. Alegria não é inchaço do peito, nem olhar franzido de superioridade. Alegria é enrolar o cachecol ao pescoço e rumar a Alvalade com uma certeza maior que nós. Alegria é ligar o televisor meia hora antes do jogo, para beber todos os pormenores que os pascácios vermelhos dos comentadores vão vomitando e saltar do sofá a cada golo gritando, goooooooooooolo do Spooooooooooooorting !... Alegria é deitar fora todos os lápis e papéis de contas classificativas e deixar decorrer cada uma das 23 jornadas que ainda faltam, como se fosse única, como se fosse uma final. Alegria é pressentir que temos uma equipa fantástica, treinada por um homem inteligente e trabalhador, que já interiorizou a grandeza do clube que decidiu representar e honrar.
Por mim, vivo esta alegria com a simplicidade leonina que me ensinou a inabalável fé sportinguista. A mesma fé que já me fez esperar horas de encantamento e êxtase, metido com a minha mulher no meu carro, em brutais engarrafamentos de celebração de títulos nacionais na Avenida Lourenço Peixinho em Aveiro e queimar repetidamente os pobres dos cláxons de tanto "gritarem" Sporting!... E há em mim a certeza de que se não for desta vez, outra vez será! Mas será mesmo ! Mais cedo do que tarde!!!...
Leoninamente,
Até à próxima


6 comentários:

  1. Muito bom texto, É isso mesmo, Alegria, disfrutemos de viver a época com alegria e esperança, já não aguentando a ansiedade do próximo jogo! Isto da Seleção Nacional é bonito, gosto, apoio, mas tanto tempo sem o Sporting jogar já me está a deixar doido:D:D

    ResponderEliminar
  2. Caro M.,
    Obrigado pelo comentário.
    Comungo da ansiedade. Amenizei-a com as vitórias no andebol e no futsal. E domingo teremos Taça!...
    Mais logo vamos apoiar aquela gente na Dinamarca, que nos últimos jogos me tem feito lembrar o nosso Sporting de má memória... Oxalá consigam, pelo menos, arrancar um empate.
    SL

    ResponderEliminar
  3. Álamo

    É isso: vamos viver o Sporting com alegria!
    Pode-se não ganhar nada, este ano, mas ver a maneira como a equipa joga, já é uma alegria, após alguns anos de pontapé para a frente e fé em Deus.

    Para tristeza já basta a situação do país e o sacrificio que a todos toca.

    ResponderEliminar
  4. Viva, primeira vez que comento (descobri o blog há poucos dias), pois o texto está excelente e demonstra o que se passa (imagino eu) em muitas mentes leoninas: Isto será mesmo real?? Após anos de "roquettismo" e miséria, a jogar para o 2º lugar, com jogadores medíocres e exibições medonhas, isto será mesmo verdade? Que temos bons jogadores e jogamos bem e ganhamos jogos?! Acho que ainda estamos meio anestesiados com este vendaval futebolístico mas concordo, há que celebrar e aproveitar o momento!

    Também eu anseio pelo próximo jogo do Sporting e já não vejo-o como uma "obrigação", como era nos últimos anos... :P

    SL

    ResponderEliminar
  5. Caríssimo 8,
    Um abraço amigável e fraternamente leonino.
    Boas e sábias palavras as suas! É o que penso também. Acho que este ano não temos motivos para curtir tristezas. Se não for suficiente para o que certamente não deixará de andar no espírito de cada um de nós, que se lute com dignidade até ao fim. Jogando bem ja será um enorme consolo, mas ... quem sabe ?!...
    Sobre a outra tristeza, para quê falar?!... Está no nosso ADN de portugueses!... E nunca mais temos a sorte de aparecer gente séria para nos governar!... É triste, mas vamos deixar aos nossos filhos e netos, uma vida mais difícil que aquela que os nossos pais nos deixaram. Temos pena, mas de nada vale. Essa gente é incorrigível!... Nem as moscas mudam!!!...
    Um abraço amigo

    ResponderEliminar
  6. Caro Captomente,
    Bem vindo a "Leoninamente!!!...".
    Eu também ia esfregando os olhos e beliscando em mim próprio, como medo que fosse um sonho bonito apenas. Agora que todos começamos a constatar que temos gente para nos dar verdadeiras alegrias, será um erro não as disfrutar plenamente e continuar agarrados aos medos que deixámos germinar em nós. E se porventura alguma vez tivermos de nos confrontar com horas menos felizes, até aí, agora seremos diferentes. Agora sabemos que poderemos não ganhar sempre, mas ganharemos mais vezes que nesse tempo que não queremos mais de volta.
    Um abraço e volte sempre. E comente. E incomode.
    Diga mal do blog se assim o entender. Mas diga.
    Obrigado mais uma vez.
    SL

    ResponderEliminar

PUBLICIDADE